30 de julho de 2021

NOTÍCIAS DO CAFÉ – 29 de julho: Mundial de Baristas em Milão, efeitos da geada, final do concurso A Minha Colheita PDG Brasil pelo Instagram e mais novidades

A cada 15 dias, o PDG Brasil seleciona as principais notícias do café para você. Veja as novidades desta quinzena.

  • Sexta-feira, 30 de julho – E chegamos à grande final do concurso A Minha Colheita PDG Brasil! Neste final de semana, o público poderá votar entre as duas fotos finalistas e escolher a grande campeã. Entre os prêmios, vale destacar um curso de torra oferecido pela Cropster e um banner lateral no site Perfect Daily Grind (língua inglesa) e no PDG Brasil por 3 meses sem custo. Lembrando que os sites do grupo de comunicação global Perfect Daily Grind já somam uma audiência de mais de 25 milhões de page views e é lido em mais de 100 países. Fique atento e atenta e vote na sua foto preferida no Instagram do PDG Brasil. Acompanhe e boa sorte aos finalistas! 
  • Sexta-feira, 30 de julho – Após a geada do dia 20 de julho, regiões produtoras de café novamente foram acometidas por uma geada na madrugada desta sexta. Ainda não se sabe o impacto real desta edição do fenômeno climático, mas uma diferença é que as cidades produtoras do Paraná também sofreram desta vez, deixando o cenário cafeeiro do país ainda mais prejudicado. A Conab estima que, na primeira geada, mais de 300 cidades tenham sido impactadas e mais de 9.000 produtores e produtoras de café do Sul de Minas, Mogiana e Triângulo Mineiro.      
  • Quinta-feira, 29 de julho – O The Coffee Sensorium promove um curso online e ao vivo sobre o perfil sensorial do café da espécie Coffea canephora, com o professor Lucas Louzada, nos dias 26, 28 e 29 de agosto. Inscrições e mais informações nas redes sociais do projeto ou pelo e-mail [email protected].  
  • Quarta-feira, 28 de julho – O Museu de Arte Brasileira, na Faculdade Faap, em São Paulo, promove a exposição Café Mundo, com obras que vão de telas de Cândido Portinari a instalações que incluem músicas, trechos de filmes e obras literárias que abordam a história e a importância do café no mundo. A exposição acontece até o dia 19 de setembro. Mais informações no site do museu.  
  • Segunda-feira, 26 de julho – Pesquisadoras do grupo de pesquisa TerroirTUR, ligado à Universidade Federal do Paraná, está promovendo uma pesquisa sobre a oferta de atividades turísticas associada à produção cafeeira, seja em propriedades cafeicultoras produtivas ou não, no Brasil. Proprietários e proprietárias rurais que recebam visitantes podem responder ao questionário Turismo e Café no Brasil aqui. O objetivo é traçar um panorama do turismo de cafés no Brasil.
  • Sexta-feira, 23 de julho – O Museu do Café, localizado na cidade de Santos, litoral paulista, promove a exposição “O Feminino no Café, 1870-1930”. Com visitas presenciais, a mostra reúne objetos, documentos, imagens e reprodução de vestimentas de mulheres envolvidas com o universo cafeeiro, retratando como a presença e a atuação feminina durante muitos anos ficou oculta. Verifique os horários e os ingressos no site do museu
  • Sexta-feira, 23 de julho – A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, foi recebida por Vanusia Nogueira, diretora executiva da BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais), e uma comitiva de produtores e representantes de instituições em Alfenas, Sul de Minas, para uma reunião de emergência para avaliar os danos causados pela geada do dia 20. Segundo a ministra, o momento é de avaliar os danos para planejar medidas de apoio aos cafeicultores.  

Balanço de colheita

  • A geada novamente atingiu o país, danificando ainda mais os cafezais de diversas regiões produtoras. O Notícias do Café, do PDG Brasil, recebeu notícias de lavouras impactadas em regiões como o Norte Pioneiro do Paraná, do Sul de Minas e do Cerrado. Algumas cidades que já sabemos que foram impactadas são: Muzambinho, Espírito Santo do Pinhal, São Sebastião da Grama, Poços de Caldas, São José do Rio Pardo, Itamogi, São Bartolomeu de Minas, Córrego Fundo e Monte Santo.

  • A orientação de especialistas é que se finalize a colheita e que se aguarde mais 20 dias para tomar qualquer decisão em relação a esqueletamentos e recepas.

O Notícias do Café é uma seleção de notícias quinzenal do PDG Brasil.

PDG Brasil

Quer ler mais artigos como este? Assine a nossa newsletter!