31 de maio de 2020

Treinamento de Baristas: Como Dar Um Bom Feedback

Um bom feedback pode fazer toda a diferença durante o treinamento de baristas. Isso pode definir se o barista vai continuar evoluindo ou não permanecer estagnado em sua carreira.

Mas aprender a dar um bom feedback às vezes pode ser tão difícil quanto aprender a preparar um V60 – e os gerentes e proprietários de cafés, ao contrário dos baristas, não têm ninguém lá para treiná-los.

Portanto, se você está lutando para dar um feedback à equipe de seu café, continue lendo. Temos várias dicas que vão ajudar você.

Leia em espanhol: Entrenamiento de Barismo: Cómo dar Retroalimentación Valiosa

barista

Crédito: Aaron Johnathon

Desenvolva as Avaliações dos Baristas

O primeiro passo para fornecer um bom feedback é avaliar seus baristas com precisão. Afinal, existem poucas coisas mais irritantes do que um gerente que faz uma avaliação injusta ou imprecisa.

As avaliações não devem começar quando você está se preparando para uma sessão de feedback, mas desde o primeiro dia em que contrata seus baristas. Pode ser formal, com você dizendo ao barista em que medida o desempenho no trabalho será medido e depois registrando como o desempenho é feito. Como alternativa, pode ser informal, através do qual você simplesmente faz anotações sobre o que eles fazem bem e onde podem melhorar.

Vale a pena considerar uma ampla gama de fatores: o que os outros funcionários dizem sobre o barista? O que dizem as estatísticas (por exemplo, velocidade do trabalho)? Os clientes fizeram comentários – bons ou ruins? Quais foram suas experiências? E, o mais importante, como o seu barista acha que ele está? Que áreas ele vê que pode melhorar? Ele pode fornecer razões para um ritmo lento de trabalho ou chegadas com atraso?

Você também pode fazer uma lista das principais habilidades que os bons baristas têm. Mesmo que você não compartilhe esta lista com seus baristas, isso ajudará você a não esquecer nenhum ponto.

barista

Pense em Quanto Feedback é Demais 

Um bom feedback pode inspirar os baristas a melhorar. Um feedback ruim pode desmotivá-los, minar sua confiança e fazer com que fiquem ressentidos com você. E um dos pontos principais aqui é a quantidade de comentários que você está fazendo.

Existem tantas áreas em que uma pessoa pode trabalhar ao mesmo tempo para melhorar. Embora possa haver uma grande variedade de áreas nas quais você gostaria que seu barista se saísse melhor, você vai ter mais sucesso a longo prazo se fizer eles se focarem em um número menor de problemas primeiro.

Existem, é claro, exceções a isso. Se todos os problemas estiverem relacionados, vai ser bom explicá-los juntos. No entanto, você pode apresentá-los todos como um problema com várias facetas.

Da mesma forma, se o seu feedback não é apenas sobre o aprimoramento de habilidades, mas sobre uma atitude ruim ou um mau comportamento, é importante abordar isso imediatamente. E qualquer problema de segurança deve ser da mais alta prioridade.

treinamento de baristas

Crédito: Communal Coffee

Mantenha o Feedback Adequado ao Nível 

Se o seu barista é novo no ramo, e ainda está aprendendo a tomar um café espresso, não faz sentido dizer a ele para melhorar a criação de bebidas exclusivas. E embora esse seja um exemplo extremo, é relevante em todas as etapas da jornada de um barista.

Algumas tarefas são mais difíceis que outras. O feedback deve se focar nas coisas em que seus baristas podem melhorar a curto prazo. As metas devem ser alcançáveis ​​para serem motivacionais.

treinamento de baristas

Pense em como Você Dá Feedback

Às vezes, o feedback em grupo é apropriado; na maioria das vezes, uma sessão individual é melhor. Sentar-se com um café na mão criará uma atmosfera diferente de estar no estoque. E a privacidade é importante.

Além disso, considere a frequência com que você dá feedback. Avaliações regulares são úteis, especialmente para novos baristas. Não espere até que surja um problema para conversar com a equipe.

espresso

Crédito: Middle State Coffee

Coloque o Feedback em Contexto

Às vezes, o feedback pode parecer “senso comum” para você. No entanto, se fosse óbvio para o seu barista, ele provavelmente não teria feito o que você fez você querer conversar com ele. Sempre explique o porquê – e, em nome da justiça, pergunte ao seu barista o lado dele da história.

Por exemplo, talvez seu barista tenha deixado uma caixa de produtos bloqueando a saída de incêndio. Mas talvez tenha feito isso porque viu uma pessoa de muletas que precisava de ajuda para retirar seu pedido e não parou para considerar o risco potencial (ou multa!) que estava criando.

Além disso, às vezes os baristas podem não perceber por que certo feedback é relevante ou importante. Para torná-lo mais significativo para eles, tente conectá-lo a objetivos de longo prazo. Por exemplo: “Eu sei que você deseja ver o crescimento de sua carreira, mas se você quiser ser um líder de turno, precisará me mostrar que tem potencial para o gerenciamento de pessoas. Gostaria de ver você ser mais paciente com os novos baristas.”

barista treinando

Foque em Maneiras para Melhorar

É fácil dizer aos seus baristas o que eles estão fazendo de errado. Pode ser mais difícil explicar o que fazer melhor. Antes de iniciar uma sessão de feedback, certifique-se de que você sabe quais são as maneiras específicas pelas quais você deseja que seu membro da equipe melhore.

Vamos dar o exemplo acima, o de um barista que está ansioso por mais responsabilidade, mas fica frustrado com os novos membros da equipe que cometem erros. Você pode dizer a ele que, em vez de gritar, permaneça calmo para não perturbar o barista mais novo e causar mais atrasos. Você também pode sugerir que ele ofereça um treinamento rápido aos membros da equipe durante um período de menor movimento.

Ao dar sugestões sobre como melhorar, você facilita que sua equipe coloque em prática seus comentários. Também centraliza a discussão em torno de ações, e não de desempenho, o que pode parecer menos crítico.

latte art

Crédito: The Baristas Coffee School

Lembre-se de Valorizar 

É importante reconhecer o que seus baristas fazem corretamente, sejam habilidades técnicas, atendimento ao cliente, trabalho em equipe, confiabilidade, atenção aos detalhes ou qualquer outra coisa. Dizer isto à sua equipe não apenas os motivará; também garantirá que eles continuem fazendo isso da melhor maneira.

Você pode já ter ouvido falar do “sanduíche de louvor”. Isso significa dar feedback positivo, seguido pelos negativos, seguidos por mais positivos. Isso pode ajudar o feedback a parecer menos intenso, mas algumas pessoas podem achar insincero. Eles acham que isso desvaloriza os elogios que o gerente lhes dá.

Outra abordagem pode ser fazer um comentário positivo amplo (por exemplo, “atendimento ao cliente”), mas áreas específicas de melhoria (por exemplo, “atenção aos detalhes durante a limpeza, especialmente a máquina de café espresso”). Isso pode fazer com que os funcionários sintam que ainda estão bem.

No entanto, independentemente de como você optar por dar feedback, é importante que ele tenha um bom equilíbrio entre os pontos positivos e os negativos. Você sempre pode encontrar áreas para elogios, mesmo entre os novos baristas com muito a aprender. Por exemplo: “Estou impressionado com a rapidez com que você está melhorando”, “Você tem uma ótima atitude e eu agradeço”, “Você aceita bem o feedback”, “Você tem uma boa ética de trabalho” ou “Você faz perguntas se você não tiver certeza, e isso é bom ”.

treinamento de baristas

Crédito: Huckleberry Roasters

Dê aos Baristas uma Oportunidade para Responder 

É improvável que os baristas aceitem o feedback se o consideram injusto ou não o entendem. Convide-os a fazer perguntas. Dependendo do tipo de feedback que você deu, você pode perguntar se eles entendem por que isso é importante. Lembre-se, liderança forte não significa ser autoritária. Significa levar sua equipe a fazer o melhor.

Você também pode achar que essas perguntas resultam em uma agradável surpresa. Seu barista pode ficar sentado, olhando obstinado, apenas para lhe dizer: “Estou chateado comigo mesmo por cometer esse erro. Eis como pretendo melhorar: …”

como dar um bom feedback a baristas

Crédito: Good Folks Coffee

Verifique o seu Feedback

As pessoas fazem o progresso mais avançado quando há um senso de continuidade. Se você pediu a um barista para trabalhar em algo, comente na próxima sessão de feedback. Pergunte se eles sentem que melhoraram e depois dê a sua opinião.

Você também pode, ao fornecer novas áreas para melhoria, colocá-lo como progresso. Por exemplo, “Estamos trabalhando para melhorar suas descrições de diferentes cafés e você realmente melhorou. Muito bem. Agora, vamos desenvolver isso trabalhando em recomendações de boas bebidas e vendas com outros produtos”.

Fazer isso cria o senso de autoestima e motivação de seus baristas. Também mostra o valor do feedback e os ajuda a vê-lo não como crítica, mas como uma oportunidade.

cafeteria

Crédito: Vertical Thinking

É difícil fornecer feedback significativo, bem estruturado e focado na ação, mas você colherá as recompensas: equipe motivada, melhorias reais e um senso de progresso na carreira. O feedback é uma oportunidade, não é algo a ser evitado – seja você o barista ou o gerente.

Traduzido por Ana Paula Rosas.

PDG Brasil

Gostaria de ler mais artigos como este? Assine nossa newsletter!