8 de maio de 2020

Como Fazer Café em Casa: Um Guia para Iniciantes

Quer dizer que você adora tomar uma boa xícara de café em sua cafeteria favorita, mas agora você quer a mesma qualidade no café feito em casa? Eu trago boas novas para você: sabemos que fazer bebidas à base de espresso em casa requer um grande investimento, mas o preparo manual é muito mais acessível.

Então vamos explorar como montar seu próprio barzinho de extração de café. Do filtro de café à imersão, este artigo cobrirá tudo o que você precisa para começar. Além disso, irei compartilhar com você algumas dicas para obter um ótimo café filtrado em casa. Porque, sejamos honestos, o primeiro café do dia é o mais importante, não é?

(Ah, e se você está imaginando onde pode comprar esses equipamentos, a maioria das cafeterias de café especial têm sua própria prateleira de produtos. Basta perguntar na cafeteria mais próxima – e também não tenha receio de pedir conselhos ao barista.)

Versão em Espanhol: Cómo Preparar Café en Casa: Una Guía para Principiantes

aeropress

A AeroPress: um equipamento de fácil uso para o preparo em casa: Crédito: Aaron Moxley

Grãos de café

Antes de qualquer coisa, claro, você precisa de grãos de café! Eu recomendo café em grão ao invés do em pó (veja o porquê adiante). Já o resto, porém, fica a critério de suas preferências pessoais.

Talvez você goste de café floral e frutado. Ou talvez você prefira algo com notas de noz e chocolate? Sem problema: basta pedir uma recomendação ao barista de sua cafeteria. Eles provavelmente também vendem os grãos que você tem bebido por lá!

Porém, se você deseja ser mais criterioso na compra de seus grãos, considere a origem de seus cafés prediletos e o nível da torra. Isto irá colocá-lo na trilha certa no futuro.

Lembre-se, no entanto, de que o perfil de sua bebida não é ditado apenas pelos grãos de café. Irá afetá-lo o método de preparo, a temperatura da água, o tamanho da moagem, entre outros.

Principais dicas para armazenar o café:

  1. A data de torra é importante! O café é um produto natural e por isso tem tempo de prateleira. Salvo variações, uma regra de ouro é: apenas compre o café que você irá beber durante a semana. Para um maior aprofundamento sobre datas de torra e café velho, consulte este guia.
  2. Armazene seu café em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, e longe da luz. Ah, e nunca, jamais, coloque na geladeira. Ele absorverá os odores de toda comida que lá existem.
café filtrado

Um café bem armazenado conduz a um café de qualidade. Crédito: Michael Flores

Equipamento de Preparo & Filtrados

Há uma grande variedade de equipamentos de preparo que você pode escolher. As duas principais coisas que você deve considerar são o perfil do sabor que você deseja e a facilidade do uso.

Entre os equipamentos de filtrados, os mais famosos são a Chemex, o Hario V60 e a Kalita Wave. Um filtrado tende a ter um perfil mais limpo que um método de imersão.

Enquanto isso, os principais equipamentos de preparo por imersão são a AeroPress, a Prensa Francesa e a Clever. Estes estão associados a um maior corpo.

Contudo, há muitos outros tipos de dispositivos de preparo! Você encontrará refinamentos inovadores nos tradicionais métodos para filtrados, cafeteiras especialmente projetadas para uso portátil, cafeterias de larga escala (batch brew), e mais. E claro, há ainda o Sifão e o ibrik – métodos tradicionais e complexos que não são recomendados para iniciantes. Acredite, você entenderá o porquê quando os vir!

Principais dicas para equipamentos:

  1. Mantenha o seu equipamento limpo. Tenha certeza de que removeu todos os óleos do café após a extração, ou então você os sentirá na próxima xícara de café.
  2. Passe água nos filtros de papel antes do uso. Utilize água quente para remover o sabor de papel e, assim, você terá uma xícara de café mais limpa.
  3. Pré-aqueça o seu equipamento e a sua xícara para uma extração consistente. Se a água quente entrar em contato com um equipamento de preparo frio, ela esfriará imediatamente. Assim, enquanto o dispositivo aquece lentamente e você continua adicionando água quente, essa nova água terá uma temperatura diferente.
coando cafe

Não negligencie a importância dos filtrados. Crédito: Boris Lee

Moedor

A regra é simples: quanto mais fresca é a moagem, mais fresco o sabor! Por isso que é recomendável comprar café em grãos e moê-los você mesmo.

Há dois tipos de moedores: a disco e à lâmina. Moedores a disco são considerados superiores aos de lâmina. Isto porque o café será moído mais uniformemente, o que leva a uma consistência melhor. (Quando você faz um bom café, você deseja poder fazê-lo de novo, não é mesmo?) No entanto, os moedores à lâmina são normalmente bem mais baratos. Os fazedores de café de casa, que são iniciantes, talvez desejem começar com um moedor a disco portátil, ou seja, que possa proporcionar boa qualidade a um preço razoável.

O próximo ponto a considerar é o tamanho da moagem. Isto será ditado pelo equipamento de preparo que você escolher, os grãos de café em si e seus gostos pessoais.

Algumas regras gerais são: quanto mais fino o tamanho da moagem, maior será a extração devido a uma área de contato maior. (E, no filtrado, maior deverá ser o tempo de filtragem.) Quanto mais grossa a moagem, menor o tempo de extração. A sub extração leva a sabores azedos, enquanto a super extração cria um perfil de sabor mais amargo. Portanto, se o seu café está muito azedo, moa mais fino. Por outro lado, se estiver mais amargo, você precisa moer mais grosso.

É claro que o tamanho da moagem não é o único fator que afeta a extração – preparar um café é uma receita delicada na qual você tem que balancear diferentes atributos. O tempo de preparo e a temperatura da água também afetarão a extração (mais sobre esses tópicos daqui a pouco!) Desta forma, você perceberá que será melhor alterar outras variáveis que o tamanho da moagem.

Principais dicas de moagem:

  1. Moa apenas a quantidade que você precisa para o seu café. Café moído começa a perder sabor após 15 minutos, aproximadamente.
  2. Assim como faz com o seu equipamento de preparo, certifique-se de limpar o seu moedor após o uso. Você não quer deixar nenhum grão velho, e vencido, para poluir as próximas xícaras de café.
moer grãos de café

Um moedor de disco portátil pode ser uma boa escolha como primeiro moedor. Crédito: Binh Truong

Balança

Não importa qual receita você use (e eu o recomendo usar uma receita – você encontrará várias online), isto irá requerer que você meça tanto o café como a água que usará no preparo da bebida.

Há duas formas de fazer isso: pelo volume ou pelo peso. O peso será mais preciso e consistente. Você notará que é a opção mais usada pelas cafeterias de café especial. Eu a recomendo também, pois essa opção o ajudará a ter sempre uma xícara de sabor perfeito.

Idealmente, você quer um par de balanças com precisão de pelo menos de 0,1g. Elas podem variar de básicas a high-tech (e elas normalmente têm preços proporcionais ao seu perfil).

kit de preparo de café em casa

Uma balança pode ser usada para pesar o café, a água e, ao final, a bebida. Crédito: Danny Tan

Veja também: Guia de AeroPress: Preparo para Diferentes Perfis de Sabor

Termômetro

A temperatura da água com a qual você prepara a sua bebida afetará o sabor do seu café. A variação recomendada é entre 90,5°-96°C. Porém, a temperatura exata que você usa deve depender do café utilizado e de suas preferências pessoais.

Basicamente, quanto mais quente a água, maior o grau de extração. (Veja a seção de perfis de moagem para mais detalhes). Se o seu café está com gosto muito azedo, use água mais quente; se está muito amargo, use água mais fria.

Você acha que isso é um pouco pedante? Tente preparar o mesmo café, com a mesma receita, em diferentes temperaturas. Depois, faça um teste cego do sabor. Você notará as diferenças.

garrafa térmica hario

Termômetros podem ajudar você no controle de temperatura da água. Crédito: Nate Castillo

Cronômetro

O tempo de preparo tem impacto significativo no sabor do café. Não importa qual a receita que você use, o importante é se certificar-se de estar registrando o tempo de extração. Hoje em dia, felizmente, a maioria das pessoas têm um cronômetro nos seus telefones.

Uma vez que você comece a registrar o tempo, você também poderá ajustá-lo se quiser para ajustar seu perfil final de xícara. Nos filtrados, coloque mais água no início para uma xícara de café mais frutada e ácida. Por outro lado, para ter mais corpo, siga colocando água por mais tempo. Nos métodos de imersão, como o AeroPress, a Clever, ou Prensa Francesa, simplesmente altere o tempo que o pó é deixado na água.

utensílios para fazer cafe em casa

De um simples timer a um aplicativo, o registro do tempo irá ajudá-lo a alcançar consistência. Crédito: Marcin Rzońca

E aí está, tudo o que você precisa para começar a preparar seu próprio café da terceira onda em casa. Apesar de ser muito para dominar, é mais fácil do que parece.

E, felizmente, várias pessoas têm compartilhado receitas que você pode usar como ponto de partida. Eu não incluí receita alguma aqui porque elas variam de acordo com o equipamento usado no preparo, mas vá em frente e use o Google para encontrar algumas.

Uma vez que você tenha dominado as receitas que escolheu, é hora de começar a ajustá-las. Brinque com as proporções de extração e com os métodos de preparo para obter um café que se adeque aos seus gostos pessoais. Consulte novamente esse guia e até peça conselhos a algum barista.

como fazer café em casa

O preparo do café em casa pode ser um hobby divertido! Crédito: Andrea Pasterkó

Preparar seu próprio café é uma aventura. Quanto mais você aprende, mais você começa a entender como fazer uma xícara perfeita consistentemente – e como ajustá-la perfeitamente às suas preferências. O que pode ser mais divertido que isso?

Traduzido por Sandra Sousa

PDG Brasil

Gostaria de ler mais artigos como este? Assine nossa newsletter!