8 de dezembro de 2021

Como manter a consistência do torrador de café ao longo do tempo

Obter resultados consistentes e com alta qualidade em cada lote em sua torrefação de café é importante – mostra a seus clientes que você é confiável, profissional e está comprometido em vender um café saboroso.

No entanto, como com qualquer outra peça de equipamento industrial preciso, a consistência pode se perder com o tempo e com o uso regular. Então, o que as torrefações podem fazer para manter suas máquinas consistentes? E como elas devem ser mantidas?

Para responder a essas perguntas e aprender mais, conversamos com dois torrefadores de café e um técnico de serviço especializado. Continue a ler para descobrir o que eles disseram.

Você também pode gostar de nosso artigo sobre como reduzir os custos da torrefação.

equipamento de torra de café

Por que a consistência do torrador é importante?

Para torrefadores, é compreensível que haja um foco no desenvolvimento de um perfil de torrefação para cada novo café que trazem. Um perfil “perfeito” irá revelar os sabores escondidos nos grãos verdes, permitindo que as melhores qualidades do café brilhem, quaisquer que sejam.

Uma vez que esse perfil perfeito seja desenvolvido, no entanto, a torrefação enfrenta seu próximo desafio: replicá-lo consistentemente em cada lote.

Luis Fernando Velez é o proprietário da Amor Perfecto, uma premiada torrefação com sede em Bogotá, Colômbia. Ele diz que é extremamente importante que a tecnologia de torrefação retorne o investimento, produzindo resultados consistentes para os clientes.

“Algumas semanas atrás, uma empresa coreana fez uma encomenda de uma  grande quantidade de café”, disse Luis. “Eles precisavam de 16 mil quilos de café e torramos em cinco dias. Não tivemos problemas com as máquinas e sua consistência.”

Em última análise, ter uma torrefadora confiável e consistente permite que as empresas correspondam a esses tipos de pedidos grandes. Isso permite que eles se movam rapidamente, removendo quaisquer gargalos do próprio processo de torrefação do café.

Luis também explica que um torrefador tem a obrigação de fornecer consistência não apenas para o cliente, mas também para os produtores de onde ele compra. Torrar café com um alto grau de qualidade consistente mantém a reputação do produtor, assim como a do torrador.

“É por isso que colocamos o nome do cafeicultor na saca”, diz Luis. “Acho interessante, como no passado, muitos torrefadores não faziam isso. Eles estavam com medo de que seus concorrentes fossem comprar o café também.”

“No entanto, minha filosofia é que se outra torrefadora for ao fazendeiro e comprar o café, quer dizer que eu fiz meu trabalho corretamente.”

torrador de café

Então, o que pode dar errado com o seu torrador?

Com o tempo, o uso regular de um torrador fará com que partes dele se desgastem e falhem naturalmente. As máquinas também podem ficar “entupidas”, geralmente devido a vários acúmulos que ocorrem durante a torra (películas e óleos de café, por exemplo).

Qualquer tipo de dano ou falha devido ao uso contínuo pode, com o tempo, afetar a consistência do lote – portanto manter o seu  torrador limpo e bem conservado é certamente importante.

Joe Thill é técnico de torrefação na Usonian Systems. Ele diz: “Os torrefadores têm o que chamamos de ‘peças de desgaste’, componentes descartáveis que geralmente devem ser razoavelmente intercambiáveis e podem ser substituídos com relativa facilidade”.

“Essas peças de desgaste evitam o desgaste de outras peças do torrefador, que são mais caras ou mais difíceis de substituir – geralmente os dois.”

No entanto, ao compreender quais partes de seu torrador são projetadas como “peças de desgaste”, você pode direcionar sua manutenção, prolongar sua vida útil e proteger sua máquina a longo prazo. Isso, consequentemente, o ajudará a ser mais consistente.

“Uma área onde vejo muito acúmulo é a montagem do ventilador de resfriamento”, diz Joe. “Todos os dutos ligados ao ventilador de resfriamento são especialmente propensos a um acúmulo de óleo de café. Esse óleo se condensa no interior dos tubos do duto e forma uma lama. Com o tempo, isso pode levar à redução da eficiência do ventilador de resfriamento.”

O ventilador de resfriamento é uma parte essencial de um torrador, pois ajuda a controlar e gerenciar com precisão a temperatura durante a torrefação. À medida que o ventilador de resfriamento se torna menos eficiente e preciso, a recriação precisa dos perfis de torrefação se torna cada vez mais difícil.

Joe também observa que a forma como você torra e os perfis que usa podem realmente afetar a rapidez com que esses acúmulos ocorrem. Com torra mais escura, mais óleo migra para a superfície do grão à medida que os açúcares se desenvolvem, o que significa que mais escapa para o próprio torrador.

“Os torradores que regularmente produzem torras mais escuras por várias horas por dia definitivamente terão um aumento no acúmulo dessa borra de café”, diz Joe. “Para resolver isso, você pode simplesmente soprar a carcaça do motor do ventilador com uma máquina de ar comprimido ou algo assim. É assim que limpamos as pás do ventilador.”

O tamanho do lote faz diferença

Outro detalhe a ter em mente na manutenção da máquina é o tamanho do lote do seu torrador. Conforme o negócio de torrefação cresce, naturalmente exigirá máquinas maiores para atender à demanda crescente.

Entretanto, um tamanho de lote maior também pode ajudar a aumentar a consistência. Torrar dois lotes de 10 kg em vez de um de 20 kg permite mais espaço para desvios.

Em um cenário de atacado, no entanto, Joe explica que torradores maiores são mais propensos a serem usados para torras de café espresso mais escuras do que para torras de café filtrado (puramente por causa da demanda). Consequentemente, em sua experiência, isso significa que torradores maiores tendem a sofrer mais com esses acúmulos.

“Mesmo que os torradores de alta capacidade tenham um tubo de tamanho maior para sua ventilação, geralmente vemos que torras mais escuras são mais frequentes e prevalentes em torradores maiores”, diz Joe. “Eles também tendem a ser executados com mais frequência e com cargas de trabalho maiores, causando mais acúmulo.”

Assim, embora o investimento em torradores de maior capacidade ajude a tornar suas torras mais consistentes, também torna a manutenção regular ainda mais importante.

torrefação de café

Como os torradores podem manter seus equipamentos consistentes?

Algumas partes dos torradores se desgastam naturalmente com o tempo, com o uso regular. David Fullerton é o proprietário da Acoustic Java, uma torrefação com sede em Worcester, Massachusetts. Ele disse que usa um Loring S35 Kestrel, mas observa que há componentes específicos nos quais ele presta mais atenção.

“Até agora, são apenas as peças que não são de aço”, diz ele. “Componentes como as bordas das aletas das pás da caixa de resfriamento e a mangueira que conecta o carrinho da caixa do carregador de rodízio à calha do torrador.”

Ele diz que uma programação de manutenção regular pode ajudá-lo a manter esses componentes – as “peças de desgaste”, como Joe as chama.

David diz: “Existem algumas tarefas de manutenção diária que você pode assumir, como esvaziar o barril de palha. Depois disso, é claro, há tarefas semanais, mensais e anuais, desde a limpeza do bico spray do ciclone até a verificação das chaminés de exaustão e limpeza conforme necessário.”

No entanto, os torradores devem ser cautelosos, pois, dependendo da idade de seu torrador, deve-se adotar uma abordagem diferente para manter a consistência. Por exemplo, os torradores modernos de Loring dependem do fluxo de ar para torrar os grãos, ao contrário dos torradores clássicos com tambor de gás. Isso significa que eles exigem uma abordagem diferente para manutenção.

Joe diz que garantir a consistência com um Loring começa garantindo que o controle do fluxo de ar seja o mais preciso possível. “O importante é soprar a carcaça do motor do ventilador com ar comprimido (ou algo semelhante). Muitas vezes, isso pode aumentar drasticamente a eficiência de todos os seus ventiladores.

“Em um torrador Loring, você tem motores diferentes controlando ventiladores diferentes em todo o torrador. Garantir que essas peças funcionem com eficiência máxima é importante para a longevidade… é a parte mais importante do torrador, e o componente mais caro para substituir. ”

padrão no torrador de café

Outras etapas importantes

No entanto, apenas uma rotina regular de manutenção interna pode não ajudar a maximizar a consistência da torra. Naturalmente, haverá momentos durante o ciclo de vida do seu torrador em que algo extra será necessário.

Por exemplo, Joe me disse que a Usonian oferece programas de serviço anuais e semestrais para garantir que as máquinas de seus clientes estejam sempre funcionando no nível ideal. Eles oferecem um pacote de serviços técnicos com uma visita no local de um técnico qualificado e experiente.

Joe diz: “Isso inclui identificar alguns parâmetros diferentes e fazer medições, coisas nesse sentido. Temos uma lista de verificação básica padronizada de coisas a serem examinadas, como medições das pás dentro do tambor”.

Essas medições permitem que o profissional de serviço monitore qualquer desgaste ou degradação ao longo do tempo, comparando-os com os números de anos anteriores para entender como a máquina está mudando.

No entanto, não é apenas no serviço mecânico ou técnico que você deve focar. David também observa que as atualizações de software também podem ajudar sua máquina a se manter consistente a cada lote.

“A Usonian recentemente atualizou nossa máquina com o software ‘turbo burner’. Eles facilitaram todo o nosso processo, em colaboração com Loring.

“Graças ao planejamento cuidadoso, não tivemos nenhum tempo de inatividade e nossas poucas questões operacionais de acompanhamento foram abordadas pelo técnico à medida que surgiam após a instalação.”

Finalmente, ter um especialista disponível para quaisquer problemas mais imediatos pode ajudar a manter a consistência se o torrador de repente tiver problemas sérios. Por exemplo, Luis disse que o suporte remoto da Usonian ajudou em um pedido importante.

“Antes de começar um contrato que exigia que torrássemos 1.000 kg em cinco dias, nosso torrador maior parou de funcionar a 100% da potência. Ligamos para a Usonian e recebemos tudo o que precisávamos remotamente para recalibrar o queimador. Foi isso.

“Bastaram algumas horas durante a manhã antes de começarmos a torrar, e estávamos prontos.”

consistência na torrefação

A consistência do lote deve ser uma prioridade fundamental para qualquer torrefador de café especial, mas mantê-la ao longo do tempo não é tão simples. No entanto, quanto mais você entender sobre o funcionamento interno de sua máquina, mais bem equipado estará para entender por que a consistência muda e o que você pode fazer para ajudar.

Assim, planejar as manutenções diárias, semanais e mensais é fundamental. No entanto, a longo prazo, fazer parceria com um especialista técnico e garantir que sua máquina receba manutenção regular é de suma importância.

Créditos: Usonian Systems.

Tradução: Daniela Andrade. 

PDG Brasil

Quer ler mais artigos como este? Assine a nossa newsletter!