27 de setembro de 2021

O que é um café Macchiato?

“Macchiato” é uma palavra italiana que pode ser traduzida como ‘manchado’ – e é comumente usada para descrever o drinque de café de mesmo nome. Pergunte à maioria dos fãs do drinque como fazê-lo e eles dirão que você adiciona um pouco de leite a uma dose de espresso.

Embora isso seja correto, não existe uma quantidade universalmente aceita de uso de leite, o que significa que, se você pedir um macchiato em diferentes cafés, poderá obter xícaras drasticamente diferentes. Aqui está a origem do macchiato, como é servido hoje e como pode evoluir no futuro.

Você também pode gostar de ler Guia de degustação do café espresso para iniciantes. 

espresso

Quem inventou o macchiato e como ele é feito?

O macchiato provavelmente foi criado na Itália nos anos 80 por baristas que queriam distinguir um pedido de um espresso simples de um que incluía um pouco de leite. Um drinque semelhante é consumido em Portugal, denominado café pingado ou café com uma gota de leite. Isso significa que a receita de um macchiato dependerá da proporção de espresso / leite utilizada – lembrando que muitos consideram um cortado como partes iguais de leite e espresso e piccolo latte como um shot de espresso coberto com leite e espuma. 

Outros drinques têm o mesmo nome do macchiato, o que torna difícil diferenciá-lo. Por exemplo, na Austrália, você pode pedir um long macchiato, que consiste em duas doses de café espresso e uma pitada de leite. Você também pode pedir um macchiato de caramelo da Starbucks, que é um drinque inventado nos anos 90, que consiste em leite vaporizado com um pouco de espresso adicionado, coberto com calda de caramelo ou aromatizante.

Para uma definição moderna mais precisa do drinque, conversamos com quatro profissionais do café de todo o mundo para obter suas opiniões sobre o assunto.

O macchiato ideal é diferente para todos

Lauro Fioretti é chefe de Conhecimento e Educação do Simonelli Group, fabricante de equipamentos de café. Ele explica que existem dois drinques diferentes – o macchiato e o espresso macchiato. O primeiro é geralmente servido em um copo alto e consiste em café espresso, leite frio e leite quente em camadas um sobre o outro. O espresso macchiato é menor e servido em uma xícara espresso. A xícara é quase cheia com uma dose regular de café espresso, e então é adicionado o leite vaporizado, completando-a até a borda. 

Conversando com outros dois profissionais, ficou claro que muitos fazem o macchiato com espuma em vez de leite. Ollie Futcher, mestre de torras da Saint Espresso, em Londres, acredita que o macchiato é “um espresso duplo (a menos que especificado de outra forma) com espuma de leite com textura suave colocado com uma colher”. Mikael Jasin, diretor da So So Good Coffee Company em Jacarta, Indonésia, concorda que um macchiato é feito “usando uma dose inteira de café espresso e um bocado de espuma de leite”.

Enquanto Lauro acredita que a base de um espresso macchiato deve conter uma dose de espresso e um pouco de leite, ele admite que algumas cafeterias na Itália personalizam com latte art ou fazem outras mudanças. “Tem gente que só põe espuma em cima do espresso, tem gente que só põe leite quente e gente que só põe leite frio”. No entanto, Ollie concorda que o drinque geralmente é personalizado, já que costuma perguntar ao cliente se ele quer um suplemento de leite quente.

Quem curte um macchiato?

Seja com leite ou com espuma de leite, o macchiato é um drinque dominado pelo espresso. O tradicional espresso macchiato é popular em muitos países, pois não é tão forte quanto um espresso, mas não é tão diluído quanto um café com leite. Lauro diz “é um bom compromisso entre esses dois drinques. Gente que gosta de algo mais macio que o espresso geralmente opta pelo espresso macchiato. Pode ser uma boa alternativa ao café com leite ou cappuccino de manhã ou ao meio-dia”. O campeão barista suíço de 2017, André Eiermann, da Victoria Arduino Australia, concorda que o drinque combina com quem quer algo menos intenso do que um espresso. Ele diz: “É um drinque de leite à base de café espresso harmonioso para os amantes de café espresso que procuram um toque de doçura e cremosidade adicional do leite”. Ollie concorda, afirmando que é “um equilíbrio entre um cliente que não quer o impacto total do espresso, mas gosta de manter a força dos sabores na xícara. A espuma de leite confere textura à bebida, mas não dilui muito o espresso”.

Em um mercado onde o leite tradicional (lácteo) está caindo em desgraça entre os clientes, o espresso macchiato pode ser visto como uma opção mais saudável, pois contém apenas uma pequena quantidade de leite ou espuma de leite – algo que também não aumentará drasticamente a conta de calorias da bebida. André diz que  “atrai consumidores de café preocupados com as calorias ou entusiastas de bebidas lácteas que não querem beber muito leite”.

Lauro concorda, dizendo que “precisamos também considerar o aspecto nutricional da bebida. O espresso macchiato terá muito menos calorias do que um latte ou um cappuccino”. Mikael acrescenta que isso também pode diminuir a quantidade de açúcar adicionado à bebida, já que “a espuma de leite existe para adoçar o café sem o uso de açúcar, por isso é vista como a opção mais saudável”.

macchiato

Como o macchiato evoluirá no futuro?

O macchiato tem apelo óbvio para alguns clientes, apesar de sua receita variar de cafeteria para cafeteria. Ollie acredita que continuará fazendo isso – e que as versões futuras do drinque terão menos leite do que nunca, à medida que os torrefadores começarem a torrar grãos para criar um café espresso mais equilibrado que agrada a um grande público e requer menos aditivos como leite e açúcar. 

Ele explica que “é difícil fazer um espresso com sabor excelente que agrade a um público amplo. Você tem torrefadores tentando obter resultados diferentes, seja torrefação mais escura e acomodando o amargor adicionado com açúcar / leite / sal, ou torrefadoras com torras cada vez mais claras, e consumidores experimentando recursos semelhantes para equilibrar a xícara. À medida que o espresso avança para alcançar mais equilíbrio na xícara e mais consistência, você pode ver a tendência dos clientes de usar menos leite.”

Lauro acredita que, na medida em que as empresas começarem a torrar seus cafés de forma a destacar suas melhores características, elas não precisarão mais compensar com leite. No entanto, ele avisa que isso pode ser um desafio para os baristas, já que o espresso macchiato é “difícil de equilibrar, pois requer uma xícara de café espresso balanceada no início, pois não é qualquer defeito que se pode cobrir com o leite”.

André também acredita que o sucesso do drinque pode ser impactado por quem a prepara, pois “o espresso tem que ser sempre perfeito. Não se pode esconder um espresso mal extraído em um macchiato. Eu pessoalmente gosto deste desafio para baristas mostrarem suas melhores habilidades”.

espresso naked

Seja à base de espuma ou com leite, o macchiato é indiscutivelmente o drinque à base de café que contém a menor quantidade de leite. Embora isso possa ter sido parte de seu apelo no passado, um aumento na qualidade dos grãos torrados pode significar que os futuros espressos não precisem de leite. No entanto, isso dependerá de muitos fatores – incluindo a demanda do mercado local, bem como as habilidades dos baristas em questão. 

Créditos das fotos: Nuova Simonelli

Tradução: Daniela Andrade. 

PDG Brasil

Quer ler mais artigos como este?  Assine a nossa newsletter!