8 de julho de 2021

Um exemplo no Quênia. Guia para ajudar produtores a fazer o “Plantio de Alta Qualidade” de café

Como ajudar produtores a obter alta qualidade na produção de café? Assim como qualquer outra planta, os cafeeiros são afetados pelo tempo. Depois de um certo período, eles chegam a um estágio em que sua produção e produtividade diminui.

Esta é uma ocorrência normal para praticamente qualquer organismo vivo. No entanto, representa um desafio significativo para milhões de pequenos cafeicultores em todo o mundo.

Como resultado, cafeicultores estão procurando maneiras financeiramente sustentáveis de preservar e melhorar a longevidade de suas lavouras. Numa época em que muitos produtores de café carecem de estabilidade fiscal, replantar completamente suas terras não é uma boa opção. Além dos custos associados, também levará muito tempo para que as novas plantas frutifiquem e se tornem lucrativas.

Junto com as diminuições na produtividade, o impacto da mudança climática e outros fatores externos (como doenças) mostram que as plantas mais antigas e pré-existentes podem não fornecer a segurança de renda que proporcionavam antes.

Para aprender mais sobre a situação e como uma nova técnica agrícola conhecida como “Plantio de Alta Qualidade” (Top-Working) poderia ajudar, conversamos com produtores de café no Quênia. Continue a ler para saber o que disseram.

Você também pode gostar de Enfrentando mudanças climáticas com variedades híbridas de café

plantio de alta qualidade no quênia

O desafio das mudanças climáticas 

No Quênia, as variedades de arábica mais comuns incluem SL28, SL34 e K7. Essas variedades produzem grãos de boa qualidade e podem permanecer produtivas por um longo período de tempo.

No entanto, sendo variedades tradicionais que estão presentes no país há décadas, elas não foram desenvolvidas especificamente para serem resistentes às mudanças climáticas ou a padrões climáticos imprevisíveis.

Como resultado, safras inteiras no país foram afetadas e muitos agricultores sofreram grandes perdas em termos de safra e produtividade das plantas.

Além disso, duas das variedades mais comuns no Quênia (SL28 e SL34) são altamente suscetíveis à ferrugem e à doença dos grãos do café (CBD).

O replantio de campos inteiros com variedades novas e resilientes não é uma opção para muitos produtores. Além de ser incrivelmente caro, o custo de oportunidade para os produtores é enorme. Essas variedades só começarão a produzir dois anos completos após o plantio, no mínimo.

alta qualidade café

O que são os “Plantios de Alta Qualidade”? 

Como tal, muitos produtores no Quênia estão praticando uma técnica agrícola atualmente conhecida como “Plantio de Alta Qualidade”. Isso envolve a utilização de tocos dessas plantas mais antigas e tradicionais para fazer crescer árvores novas, resistentes e altamente produtivas.

Embora seja funcionalmente semelhante ao enxerto, a principal diferença é que o “Plantio de Alta Qualidade” realmente permite que o agricultor continue colhendo cerejas enquanto a nova variedade está se desenvolvendo.

O princípio por trás do “Plantio de Alta Qualidade” é muito simples: pegar o sistema de raízes já consolidado das plantas antigas existentes e o combinar com a resistência a doenças e maiores rendimentos de novas variedades. E o resultado? Uma fazenda de café “novinha em folha”, repleta de plantas modernas, resilientes e produtivas que já possuem sistemas radiculares consolidados.

Duas variedades que estão sendo comumente usadas no Quênia como “descendentes” (as novas plantas que são enxertadas nas variedades mais antigas) são Ruiru 11 e Batian.

Ambas são resistentes ou tolerantes ao CBD e à ferrugem do café e, por fim, são mais produtivas do que as variedades “clássicas” que foram plantadas no Quênia por décadas. Ambas também começam a dar frutos depois de apenas dois anos, em vez de três.

Sarah Wambui é membro do grupo de café Nyumba Kumi. “As pessoas precisam ser ensinadas sobre as vantagens desse sistema”, diz ela. “Há quem esteja perdendo três ou mais safras ao arrancar as plantas existentes para plantar novas mudas de Ruiru e Batian.

“Isso é desperdiçar dinheiro e desmotivador para algumas pessoas. Porém, com esse método de renovação, não há absolutamente nenhuma perda de safra”, explica ela. “Também estão surgindo mais viveiros que fornecem mudas de Ruiru e Batian para enxertia, tornando o processo muito mais barato e acessível para agricultores comuns.”

café no Quênia

Como fazer?

O “Plantio de Alta Qualidade” é um método de propagação vegetativa em que os produtores convertem as árvores de arábica maduras de variedades menos produtivas em árvores modernas, como Ruiru 11 ou Batian – sem arrancar ou replantar.

O processo é relativamente simples. Os produtores identificam e marcam as árvores que serão renovadas. Os produtores devem deixar as ventosas (que são brotos que surgem do solo perto da base da planta, do sistema radicular) crescerem nessas árvores e fazer sua poda conforme necessário.

Depois que alguns brotos saudáveis atingem os seis meses de idade, os descendentes de Ruiru 11 ou Batian são enxertados. Esses brotos devem ter um único nó (que é o ponto onde as cerejas crescem) e ter pelo menos a espessura de um lápis.

Pelo menos dois brotos devem ser enxertados em cada árvore para aumentar as chances de sucesso. A área enxertada é então atada com fita de polietileno para manter o enxerto no lugar e permitir que cicatrize com sucesso.

Depois de curada, a fita de polietileno cairá, indicando que uma nova haste cresceu. A partir daqui, esse novo caule é tratado como um caule normal e, eventualmente, começará a florescer e a dar frutos.

No entanto, enquanto ela cresce, o produtor pode colher os outros caules mais velhos da árvore, o que significa que não perdem sua fonte de renda durante esse período.

Depois que os novos caules frutificarem, a árvore velha pode ser podada por meio de toco completo, deixando uma nova planta produtiva da variedade resistente.

plantio de alta qualidade

Profissionais especializados

Embora alguns produtores realizem esse processo, geralmente é realizado por funcionários agrícolas qualificados no Quênia. Eles inspecionam a situação atual da fazenda antes de aconselhar sobre a forma mais sensata de trabalho de topo, e antes de eles começarem o processo de enxertia e o “Plantio de Alta Qualidade”.

Anthony Ngunyi é um produtor de café que herdou a fazenda de seu avô. Recentemente, ele “converteu” com sucesso as plantações existentes para Ruiru 11.

Ele diz que os funcionários agrícolas que realizam o plantio de alta qualidade estão dispostos a ensinar os produtores sobre o processo de enxertia, que ele diz ser razoavelmente simples.

“Os [funcionários agrícolas] do Ministério da Agricultura farão uma vez para você e depois ensinarão como você mesmo fazer”, explica. “Isso é útil, porque mais agricultores vão adotar esse método e se beneficiarão com isso.”

“Comecei a enxertar apenas algumas plantas; espero que, até o final da temporada, eu esteja bem familiarizado com o processo.”

Sarah diz: “Em dois anos, as fazendas são totalmente renovadas, o que significa maior produtividade a um custo mínimo. Esse é o objetivo de qualquer agricultor, então espero que as pessoas abracem esse processo de renovação. Pode levar menos de uma semana, e os efeitos [podem] durar para sempre.”

plantio no quênia

Para resumir, o “Plantio de Alta Qualidade” permite que os produtores melhorem enormemente a resiliência e a produção de uma fazenda de café sem interferir nos padrões normais de cultivo.

É uma ótima maneira de mudar as plantas de uma variedade para outra sem esforços dispendiosos de replantio, e significa que os produtores podem mitigar o custo financeiro da mudança de variedade cultivando plantas velhas entre as novas.

Além disso, usando sistemas de raízes consolidadas a partir dos tocos originais, essas novas plantas também têm menos probabilidade de sofrer com o peso de uma colheita pesada.

No entanto, é importante observar que esse método não deve ser realizado sem o treinamento e a especialização apropriados. Embora seja relativamente simples e possa ser altamente benéfico, o Plantio de Alta Qualidade deve ser executado primeiro por alguém qualificado.

Créditos das fotos: Meklit Mersha, Sicafe SA De CV

Tradução: Daniela Andrade. 

PDG Brasil

Quer ler mais artigos como este? Assine a nossa newsletter!