1 de julho de 2021

O que são leilões virtuais de café?

Os leilões de café não são novidade. Eles têm sido uma plataforma para mostrar cafés de alta qualidade para compradores de todo o mundo e descobrir quanto o mercado está disposto a pagar por eles. Mas e os leilões virtuais de café? 

Nos últimos anos, os leilões de café começaram a se tornar virtuais. Leilões online são realizados desde 1999 e têm continuado a crescer nos últimos 20 anos.

Hoje, muitos dos leilões mais importantes do setor cafeeiro, incluindo Cup of Excellence (CoE) e Best of Panama (BOP), têm uma presença online notável.

Para saber mais sobre os leilões virtuais e a função que eles desempenham no setor cafeeiro atual, conversamos com quatro especialistas do setor. Continue a ler para descobrir o que eles me disseram.

Você também pode gostar do nosso artigo sobre Qualidade, lucratividade e nutrição do café.

leilão virtual de café

Leilões virtuais de café: uma visão geral

Por muitos anos, os leilões de café foram um produto básico do setor cafeeiro. São uma boa forma de impulsionar as vendas e também de sensibilizar para os cafés de uma origem específica. Eles também podem ajudar os produtores a construir relacionamentos com os compradores e obter preços mais altos para seus cafés.

Os leilões são realizados pessoalmente ou online. Cada formato tem seus prós e contras. Frequentemente, também acontecem em conjunto com competições regionais ou nacionais da qualidade do café – os lotes vencedores costumam ser oferecidos no leilão.

Os leilões presenciais são naturalmente mais íntimos e permitem que produtores e compradores desenvolvam relacionamentos e networking. É também uma boa oportunidade para os compradores conhecerem as fazendas, já que geralmente acontecem na origem.

No entanto, pode ser caro para os produtores viajar e participar dos leilões. Além disso, há também o custo de não trabalhar na fazenda.

Por outro lado, os leilões virtuais oferecem uma alternativa mais flexível e econômica que pode ser mais atraente para os compradores. Para os produtores, eles oferecem a chance de alcançar um grupo maior de compradores internacionais e, como resultado, potencialmente vender seu café por preços mais altos.

Os leilões virtuais de café e presenciais geralmente cobram uma taxa, que normalmente é uma porcentagem do preço de venda final do lote.

Willem Boot é o CEO da Boot Coffee. Ele também é o gerente de leilões da Gesha Village e do Porto de Mokha, leilões que acontecem na Etiópia e no Iêmen, respectivamente. Paralelamente, ele é coproprietário da Finca Sophia no Panamá, que ganhou vários prêmios no Best of Panama 2020.

“Os leilões virtuais são uma grande oportunidade para descobrir a qualidade de cafés únicos e saber [o] preço [pelo qual] esses cafés podem ser vendidos”, afirma. “Acho que esses são os dois principais benefícios: descobrir a qualidade e descobrir o preço.”

“[Os leilões virtuais] são uma forma adequada de explorar os dois, porque o trabalho que os importadores normalmente fazem nem sempre permite que a qualidade brilhe”, explica. “Também nem sempre permite que o produtor obtenha o máximo benefício de seu trabalho. Então, por esse motivo, acho que os leilões por esse motivo são uma ótima plataforma. ”

cup of excellence brasil

Leilões virtuais e a Covid-19

Ao longo de 2020, a pandemia Covid-19 levou a cancelamentos generalizados de eventos em todo o setor cafeeiro, incluindo o Campeonato Mundial de Barista e uma ampla gama de outras exposições, competições e feiras de negócios.

Em resposta, vimos o aumento de eventos virtuais sobre café, cuja popularidade aumentou graças às várias restrições de viagens implementadas para combater a Covid-19. Isso continuou em 2021.

Compreensivelmente, a maioria dos leilões de café presenciais nos últimos 12 meses foi reorganizada, reprogramada ou cancelada devido à pandemia. Mas o que isso significa para leilões que já deveriam ser virtuais?

Embora muitos acreditem que os leilões virtuais de café sejam fáceis de organizar por meio das restrições impostas pela pandemia, Willem explica que havia uma série de novos desafios para os organizadores enfrentarem.

Isso ocorre porque a maioria dos leilões online é precedida por competições da qualidade do café ou outros eventos associados, que normalmente têm um número limitado de participantes presenciais. Foi nesse ponto, explica ele, que os desafios começaram a surgir.

“O cenário trouxe mais ênfase para o organizador e sua logística”, explica ele. “Isso significa que os países produtores de café precisam ser mais criativos ao organizar os leilões virtuais de café.”

Willem também observa que a carga logística de transportar o café dificultou a organização de leilões de qualquer tipo – virtuais ou não.

“Um fator limitante são as dificuldades logísticas de escoamento dos cafés”, afirma. “Em alguns países, era difícil obter as autorizações necessárias para que os produtores pudessem transportar o café de A para B. No início da pandemia, esse era o verdadeiro problema.”

Wilford Lamastus Jr. é produtor da Lamastus Family Estate. Ele explica que as maiores mudanças para o BOP 2020 não foram na estrutura do leilão (que está online desde o seu início), mas na concorrência associada.

“O leilão do Best Of Panama foi projetado para ser totalmente virtual e remoto”, explica ele. “A única mudança foi a comemoração, porque [os produtores] não se reuniram em um só lugar para ver o leilão como nos anos anteriores. O leilão em geral tinha exatamente o mesmo sistema.”

“No entanto, para a competição BOP houve mudanças. Para a rodada nacional, os cafés foram escolhidos pelos jurados e foram degustados em diferentes fazendas com no máximo duas pessoas por sala ”, acrescenta Wilford. “Eles foram feitos individualmente ou com poucas pessoas para reduzir o risco de infecção.”

David Pohl é consultor de café, comprador da 49th Parallel e Diretor de Fazenda da Finca Sophia. Muito parecido com Wilford, David diz que é muito mais difícil organizar sessões de cupping quando os juízes não estão todos na mesma sala.

Ele diz: “Aproveitar a tecnologia para encontrar a maneira certa de ajudar as pessoas a calibrar foi fundamental, e dar tempo para que a calibração obtivesse resultados precisos [era igualmente importante].” As deliberações e decisões finais sobre os lotes vencedores tiveram que ser realizadas por meio do Zoom ou outras plataformas de videoconferência.

Do ponto de vista financeiro, David diz que a maior preocupação sobre o BOP 2020 era que “as pessoas não fariam lances ou que não fariam no mesmo volume que geralmente acontecem”.

“Por causa da pandemia e todas essas variáveis com torrefação, transporte, [a demanda], todo mundo estava super nervoso.”

Apesar disso, o lance médio no leilão acabou sendo alto, e o recorde mundial foi quebrado por mais um ano consecutivo. Mesmo com a desaceleração econômica e os problemas organizacionais causados pela Covid-19, o interesse por cafés de pontuação ultra-alta continuou.

café na covid 19

Todos os países produtores de café devem ter um leilão online?

Leilões virtuais de café são organizados há mais de duas décadas. Entre os primeiros estão o BOP e o CoE, que ainda são indiscutivelmente dois dos mais proeminentes e bem-sucedidos.

No entanto, com o passar dos anos, mais e mais começaram a aparecer, dando aos produtores que cultivam cafés de alta qualidade melhor acesso aos compradores internacionais. O leilão do Porto de Mokha no Iêmen, por exemplo, foi realizado pela primeira vez em 2018, e o Gesha Village, no qual Willem está envolvido, foi lançado na Etiópia em 2017.

David diz que mais leilões online podem trazer benefícios para origens mais remotas ou menos conhecidas.

“Podem apoiar regiões do mundo que ficaram muito isoladas”, explica ele. “Permite organizar um evento e vender bons cafés em um leilão virtual, onde o preço de participação para os compradores é relativamente baixo.”

“Isso significa que há um enorme potencial para os produtores alcançarem um mercado totalmente novo e preços muito mais altos e, consequentemente, mudarem o curso de suas vidas.”

Nessas origens, David propõe um modelo de “leilão híbrido”, com licitações online e presenciais simultâneas.

“Você quer dar às pessoas oportunidades de participar da maneira que for melhor para elas. É como quando os jornais estão disponíveis em versão impressa ou digital”, diz ele. “Eu realmente acho que os leilões híbridos são uma possibilidade intrigante para o futuro.”

Willem diz que espera que o modelo de leilão online cresça em diferentes origens. “Cada vez mais, acho que vai começar a ser uma alternativa aos importadores especializados”, afirma. “Os compradores gostam de leilões e acho que serão cada vez mais diversificados. Veremos mais disso nos próximos anos. ”

leilões virtuais de café

Quebrando recordes em leilões online

Willem Boot e David Pohl fazem parte da Finca Sophia, que vendeu seu gesha lavado Olympus por um preço de leilão recorde mundial de US $1.300,50 / lb (R$ 6.500, no câmbio de 1º de julho de 2021) no BOP 2020. No momento em que este artigo foi escrito, este é o preço mais alto já pago por libra de café.

Então, o que isso nos mostra?

Willem diz: “Apesar do declínio econômico que estamos vendo com a Covid-19, ainda há muitos compradores motivados para cafés de super alta qualidade.

“Eu diria que o fato de termos quebrado o recorde e crescido 30% este ano é um enorme incentivo.”

Além disso, David diz: “Nossa primeira ação depois de ganhar o prêmio e obter aquele resultado incrível foi dar aumentos a todos os trabalhadores em tempo integral da fazenda. A ideia é aproveitar a chance de fortalecer as nossas equipes e continuar a dar oportunidades na fazenda para fazer mais, para esses trabalhadores se desenvolverem profissionalmente.”

Plinio Ruiz é o ex-presidente da Associação de Cafés Especiais do Panamá. Ele diz que esses sucessos significam muito mais do que receita.

“Atingir esse patamar faz ressoar o nome do café panamenho e mostra que podemos sustentar a venda de um café que custa muito para ser produzido.”

“Mas os preços dependem muito do investimento por trás deles. Sem esse investimento, o resultado na xícara final não refletirá a qualidade associada ao preço.”

café leiloado

Nos últimos 18 meses, não faltaram desafios para o setor cafeeiro. Restrições de viagens, problemas logísticos e atrasos no envio tornaram a compra de café verde um processo mais complexo. Comprar em leilão não é exceção.

Mas, apesar de uma perspectiva desafiadora no início da pandemia, a maioria dos leilões virtuais de café conseguiu continuar vendendo grãos verdes a preços elevados, com mais um lote recorde no BOP 2020.

O que isso significa exatamente para o modelo de leilão de café verde não está claro. Alguns, como Willem e David, acreditam que isso inspirará um movimento em direção a um modelo de “leilão híbrido”, que se tornará cada vez mais comum com o passar do tempo. Para origens menos conhecidas, pode ser uma ferramenta útil para aumentar a conscientização e melhorar a renda dos produtores.

Tradução: Daniela Andrade  

Créditos das fotos: Finca Sophia, Porto de Mokha, Best of Panama, Speciality Coffee Association of Panama

PDG BRASIL. 

Quer ler mais artigos como este? Assine a nossa newsletter!