29 de abril de 2021

Como as cafeterias podem atrair os clientes depois da Covid-19?

Por mais de um ano, a Covid-19 alterou a maneira como as empresas operam em todo o mundo. Os cafés não são exceção. Muitos permanecem fechados; outros foram reabertos com limitações operacionais significativas.

No entanto, os consumidores ainda estão bebendo café. O aumento no consumo de café em casa até 2020 cobriu parcialmente a queda no consumo fora de casa. Os clientes ainda estão obtendo sua dose de cafeína, quer estejam preparando em casa ou pegando um café para viagem no café local.

Felizmente, embora a pandemia ainda não tenha acabado, o fim está à vista. Em março de 2021, mais de 475 milhões de doses de vacinação foram administradas em todo o mundo.

Para os donos de cafeterias, isso significa que é hora de responder a algumas perguntas importantes. Como será o mercado de café pós-pandêmico? A tendência de fazer café em casa e fazer pedidos para viagem veio para ficar? E como eles podem atrair os clientes depois que as restrições forem suspensas? Para responder a essas e outras perguntas, conversei com várias partes interessadas no setor cafeeiro do Reino Unido. Continue lendo para descobrir o que eles têm a dizer.

Você também pode gostar do Como Definir os Preços para o Menu de sua Cafeteria

Como o covid-19 afetou as cafeterias?

Quando a pandemia Covid-19 se espalhou pelo mundo no início de 2020, muitos países anunciaram limitações para negócios não essenciais. O setor de hospitalidade foi um dos primeiros afetados.

Com as restrições em vigor, muitos clientes não puderam visitar os cafés locais com a mesma capacidade. Uma pesquisa do World Coffee Portal afirma que 92% dos operadores de cafeterias no Reino Unido tiveram que fechar temporariamente em algum momento em 2020.

Quando abertos, muitos também foram forçados a se adaptar de maneiras novas ou inesperadas: 70% mudaram para  pedidos para viagem, 67% limitaram o horário de funcionamento e 57% reduziram os menus.

Para muitos no setor cafeeiro, isso significou uma queda no número de visitas e, consequentemente, nas vendas. De acordo com o Project Café UK 2021, o segmento de mercado de cafeterias britânicas sofreu uma queda de 40% nas vendas gerais. Consequentemente, isso levou a um total líquido de 182 fechamentos permanentes de cafeterias no país ao longo do ano.

Tendências de consumo durante a pandemia

Com o fechamento generalizado de cafés, os consumidores buscaram recriar a experiência do café em casa. Mas dentro desse aumento no consumo doméstico, em que os consumidores estão se concentrando?

Fletcher Bowly é o chefe de vendas da Caravan Coffee Roasters em Londres. Ele diz que, geralmente, as pessoas  estão mais interessadas na no preparo caseiro de coados e estão experimentando diferentes cafés na ausência da cafeteria.

“Definitivamente, vimos um aumento nas vendas de nossos cafés filtrados e em cafés single origins e blends”, diz Fletcher. “No entanto, também notamos muito mais vendas de grãos, em vez de café em pó.”

Isso também representou um aumento nas vendas online. Embora algumas cafeterias possam ver o aumento da produção caseira como uma ameaça potencial, outras se adaptaram para abrir lojas de comércio eletrônico e atender à demanda.

“A venda online mais do que dobrou de um dia para o outro”, diz Fletcher. “Subimos cerca de 500% nas primeiras semanas.”

Josh Clarke é o Diretor de Café da Clifton Coffee Roasters em Bristol. Ele concorda que houve uma grande mudança em direção às vendas online.

“Nós [também] vimos essa transição na compra de equipamentos”, Josh me disse. “Em primeiro lugar, vimos que as pessoas estavam comprando acessórios como o V60, a Chemex ou o Clever Dripper. Então, a próxima onda foi de pessoas comprando moedores. ”

No entanto, Josh também diz que houve uma mudança ao longo do tempo nos cafés que as pessoas estão comprando. Ele diz que, no início, os clientes estavam experimentando perfis de sabores mais tradicionais e clássicos.

“No entanto, aos poucos vimos os consumidores bebendo cafés  processados de forma um pouco diferente”, ele conta. “Eles começaram a pedir cafés com notas de degustação mais estimulantes e diversificadas.”

Atrair clientes de volta à cafeteria pós covid-19

À medida que começamos a nos recuperar da pandemia e negócios não essenciais começam a reabrir, as cafeterias se preparam para algo semelhante a um retorno à normalidade.

Mas quando o setor de hospitalidade abrir novamente, haverá uma pergunta chave para os donos de cafeterias responderem: como atrair mais clientes e recuperar os níveis normais de vendas?

Esteja pronto, esteja aberto e espalhe a notícia

Pode parecer um ponto simples, mas estar preparado para os clientes é um bom começo. Além disso, você pode se tornar visível nas redes sociais e falar sobre o fato de que vai reabrir em um determinado dia, por exemplo.

Myles Shapcott é o chefe de atacado da Origin Coffee Roasters. Ele diz que todos estão atualmente em “modo de sobrevivência”, e que a chave é “permanecer aberto e sobreviver”.

Ollie Sears é o gerente de atacado da North Star Coffee Roasters em Leeds, Inglaterra. Como Myles, ele acha que é fundamental permanecer aberto, mas observa que as cafeterias também devem manter uma atitude positiva nesses momentos.

Ele acrescenta que as empresas que não desistiram são aquelas que se adaptaram para operar de alguma forma diferente durante a pandemia.

“Vimos menos locais abrindo para o comércio de atacado”, observa Ollie. “No entanto, as lojas que abrimos estão indo muito bem com as vendas de café para viagem e as vendas de pacotes no varejo.”

Planeje com antecedência.

O tempo é valioso. Planejar com antecedência, em vez de esperar pela reabertura de seu negócio, o ajudará a se preparar para clientes novos e antigos.

Myles diz que espera que as empresas de hospitalidade aproveitem este momento para refletir sobre as suas qualidades e reconhecer o que mais podem oferecer aos seus clientes.

“Acho que, com a evolução, os donos de cafeterias podem melhorar seus negócios”, diz ele. “Por sua vez, eles podem se tornar mais sustentáveis e durar mais tempo. Seus clientes vão amá-los por isso. ”

Fletcher concorda com os comentários de Myles. “Agora é a hora de realmente começar a planejar, pensar e fazer tudo o que puder para ter certeza de que está pronto para abrir”, diz ele.

Isso pode acontecer de várias maneiras. Pode significar trabalhar em novos itens do cardápio, contratar e treinar pessoal, ou adaptar seu horário de funcionamento, por exemplo. As medidas que você tomar serão exclusivas para sua área e sua cafeteria. O importante é que você esteja preparado.

“Você não sabe quantas pessoas vão passar pela porta”, diz Fletcher. “Minha maior dica é usar o tempo que você tem agora.

“Faça o máximo de planejamento e organização possível. Não tenha medo de planejar com antecedência. ”

Ofereça uma experiência de qualidade

Visitar uma cafeteria tem a ver com a experiência, tanto quanto com o café. Essa experiência começa no momento em que você entra e não para até que você saia. Como tal, os proprietários de cafeterias devem fazer tudo o que puderem para garantir que seu café agrade a todos os clientes.

“Isso é, ter a capacidade de entrar e saber que você terá uma boa experiência”, diz Josh. “Isso pode significar um ótimo café, bem extraído, com um bom latte art ou melhor consistência …”

Uma ótima maneira de se concentrar em fornecer uma experiência de qualidade é usando equipamentos como o SP9 Precision Brewer da Marco Beverage Systems.

A SP9 é um coador automatizado, de dose única, que fornece café diretamente na xícara. Ele permite que o barista gaste menos tempo preparando cafés filtrados consistentes e mais tempo se concentrando no cliente.

O atendimento ao cliente provavelmente será especialmente importante quando as cafeterias forem reabertas e ajudará as cafeterias a se diferenciarem em um mercado lotado.

“Perdemos muita interação social”, diz Ollie. “E perdemos muitas das virtudes do atendimento ao cliente neste tempo mascarado e quase sem rosto, em que você está simplesmente conversando um pouco em uma fila.

“Reserve um bom tempo para os clientes. Compartilhe conhecimento, compartilhe informações sobre café … faça mais do que o mínimo. Isso vai te ajudar a ganhar muito ”, diz ele. “Isso restaurará a hospitalidade ao setor de hospitalidade.”

Protocolos de segurança e higiene

Parte de fornecer uma boa experiência será garantir que seus clientes se sintam seguros e relaxados. Mesmo depois de os cafés serem reabertos e as vacinas serem distribuídas, o Covid-19 provavelmente estará na mente das pessoas por um tempo.

Isso significa que manter uma boa higiene e protocolos de segurança de saúde rígidos ainda será crucial. Gareth Jones é o gerente de treinamento da Square Mile Coffee Roasters. Ele acha que nosso futuro dia a dia ainda será afetado pela pandemia, muito depois de tudo reabrir.

“Acho que os assentos ao ar livre se tornarão ainda mais valiosos, para começar”, diz ele. “Os cafés ainda devem se certificar que implementem as medidas de segurança corretas e tenham cautela”.

Fletcher acrescenta que também é uma questão de confiança. “Os clientes confiam muito em você”, diz ele. “Se você consegue reabrir, só está aberto porque está seguindo medidas como distanciamento social, máscaras faciais, higiene, saúde e segurança; tudo que deveria acontecer de qualquer maneira. ”

Isso significa que as mesas ainda devem ser espaçadas adequadamente, os funcionários devem continuar usando máscaras faciais, ou EPI, e o distanciamento social e outros protocolos de higiene ainda devem ser incentivados. Seguir as orientações locais sobre os procedimentos corretos fará com que os clientes se sintam mais seguros e confortáveis em sua cafeteria.

No entanto, além disso, você pode usar equipamentos viva-voz para minimizar o número de pontos de contato com o cliente em sua cafeteria, como as fontes hand-free FRIIA da Marco Beverage Systems. Essas fontes dispensam o toque e permitem que clientes e baristas utilizem água sem criar um novo ponto de contaminação potencial.

As fontes também permitem que os clientes se sirvam, tornando sua cafeteria mais eficiente e higiênica.

“Acho que se cafeterias ou restaurantes errarem e não proporcionarem esse tipo de espaço para os clientes se sentirem relaxados e seguros, os clientes não confiarão neles”, acrescenta Fletcher. “Eles começarão a perder negócios se não seguirem coisas simples, como lembrar de usar máscaras faciais.”

Cuide do seu equipamento

Por último, mas não menos importante: cuide do seu equipamento. Certifique-se de que está bem conservado e pronto para funcionar assim que a cafeteria for aberta novamente.

Gareth diz que é particularmente importante testar continuamente todos os equipamentos que estão conectados à água da rede, como máquinas de café espresso e torneiras de água quente.

“Com equipamentos e filtros de água parados durante todo o fechamento, a água estagnada pode estar sujeita ao crescimento de bactérias e depósitos minerais dentro da máquina de café espresso”, ele disse.

Assim que a cafeteria for reaberta, ele recomenda a substituição adequada dos cartuchos de filtro de água quando necessário e sugere que a água dentro das máquinas seja trocada antes de ligá-las.

Preparar sua cafeteria para o cenário pós-pandemia não é uma tarefa fácil. Mas, planejando com antecedência, mantendo-se organizado e projetando uma experiência segura e tranquila para o cliente, você pode se colocar em uma posição excelente.

Nas semanas e meses que antecedem a reabertura total dos negócios de hospitalidade em seu país, onde quer que você esteja, use o tempo disponível para planejar. Pense no que seus clientes desejam. Prepare-se para atendê-los e você estará na melhor posição possível para trazer as pessoas de volta às suas instalações, assim que a pandemia acabar.

Traduzido por Daniela Andrade

Créditos das fotos: Serge van Neck, Dan Burton, Christin Hume, Kim Jin Cheol, Nick Hillier, Five Elephant

Nota: Marco Beverage Systems é uma patrocinadora do Perfect Daily Grind

Gostaria de ler mais artigos como este? Assine nossa newsletter!