11 de novembro de 2020

Guia do Produtor para Poda e Recepa do Café

Cuidar de uma plantação de café é um trabalho árduo e não termina na colheita. Depois que a última cereja do café for colhida, poderá ser bom  voltar sua atenção para a poda e a recepa. Essas técnicas de manejo da cultura podem ajudar a manter as árvores saudáveis ​​e otimizar a produção.

Continue lendo para descobrir como a poda e o corte podem ser benéficas e quando usar as técnicas.

Leia em espanhol: Guia do Produtor: Cómo Podar y Zoquear Los Cafetos

Fileiras de cafeeiros podados uniformemente em Baxtla, Veracruz, México.

A Importância da Poda e da Recepa

A poda e a recepa ajudam a melhorar a saúde e o rendimento dos pés de café. A produção de cereja de café diminui naturalmente com a idade, exaustão e problemas fitossanitários, mas esse tipo de manutenção pode ajudar a manter ou aumentar os níveis de produtividade ao longo dos anos.

Jose Antonio San Roman produz café para a Sabormex. Ele me diz: “Se você produzir dez libras-peso [por hectare] e não administrar sua plantação, você passará a ter duas libras por hectare, mesmo que a qualidade permaneça a mesma.”

A poda e a recepa também podem ajudar a prevenir a bienalidade da produção . É quando as safras alternam entre safras pesadas e leves, o que pode deixar você inseguro quanto ao seu rendimento e incapaz de planejar com antecedência.

Você também pode gostar: Cafeicultor: Como se Preparar para Mudanças Climáticas Inesperadas

Fileiras de cafeeiros Caturra em florada em uma fazenda em Veracruz, México.

Muitas variedades de café crescem naturalmente muito altas, o que pode dificultar o alcance das cerejas e tornar a colheita menos eficiente. Matti Foncha é o fundador da Cameroon Boyo. Ele diz que, a menos que você mantenha a forma da árvore por meio da poda, “você tem que dobrá-la para colher e muitas vezes acabamos quebrando-a”. Ele me conta que limita a altura do cafeeiro cortando a ponta em sua fazenda.

Se um cafeeiro ficar espesso, a luz e o ar não atingirão todas as partes da árvore. Isso pode reduzir o rendimento porque as árvores que têm muitas folhas e galhos usam energia para cultivar essas partes e podem não produzir tantas flores e cerejas. Pragas e doenças também podem prosperar nas partes escuras e úmidas, por dentro dos galhos de árvores mais densas.

Pés de café na Finca El Paraiso em La Libertad, Huehuetenango, Guatemala.

Técnicas de Poda e Recepa

Existem vários sistemas de poda e recepa de caule único e multi-caule e diferentes regiões produtoras de café em todo o mundo podem usar técnicas diferentes.

Poda de manutenção

Em geral, a poda pode ser feita anualmente para manter a forma desejada de suas árvores, melhorar a produção de frutos, permitir a circulação do ar e a penetração da luz solar e prevenir a desnutrição. Corte galhos e folhas improdutivos, danificados, desnecessários ou que não estejam saudáveis usando cortes angulares e limpos.

Poda de cafeeiros na Finca Santa Matilde em El Salvador.

Os parâmetros de cada sistema de poda variam. Jose Antonio me disse que o método “rock ‘n’ roll” no México significa “parar o crescimento verticalmente a cerca de 1,20 m (3,9 pés) e horizontalmente a aproximadamente 0,20 m (0,66 pés).”

Ele também diz que na poda “tradicional”, “o pequeno produtor explora a plantação e estabelece qual planta precisa de qual tipo de manejo”. mas que este sistema “tem se mostrado pouco confiável, assistemático, que entrega resultados ruins, […] não traz estabilidade em relação à produtividade. E é preciso muito esforço para o produtor estabelecer o que está por vir.”

Tocos de cafeeiros na Finca Santa Matilde em El Salvador.

Recepa

A recepa é mais agressiva do que a poda. Significa remover grande parte do tronco e seus caules, embora alguns possam ser deixados para estimular o crescimento. Ao recepar os cafeeiros, você deve ter o cuidado de oferecer nutrientes suficientes para que a árvore se recupere.

A recepa é geralmente realizada quando as árvores estão velhas, infestadas, quando sua produção ou crescimento diminuiu drasticamente ou para ganhar mais espaço. Matti me diz que “às vezes você recepa para abrir uma área e depois plantar outros cultivos, e então aquele cafezinho começa a crescer de novo”.

José Antonio explica que um tipo de recepa de haste simples conhecido como poda pulmón é muito popular no México. “[É] uma suspensão vertical [de crescimento] a 0,90 m (2,95 pés), deixando todo o crescimento horizontal abaixo dessa altura, para não reduzir o rendimento tão drasticamente”, afirma.

Árvores de café Caturra e Typica florescendo em uma fazenda em Baxtla, Veracruz, México.

Quando Podar e Cortar um Cafeeiro

As árvores devem ser podadas rotineiramente após a colheita para manutenção. E uma vez que os níveis de produtividade não podem ser restaurados de nenhuma outra forma, você pode optar por rejuvenescer as plantas ao recepá-las.

Jose Antonio diz que “quando você danifica uma planta e renova uma grande quantidade de folhagem, você na verdade perde algumas raízes, alguma capacidade de fotossíntese, alguma capacidade que a planta tem de absorver nutrientes”.

Ele recomenda desenvolver “um manejo correto e sistemático dos tecidos vegetais, com um programa de nutrição que promova a recuperação das raízes” para estimular o crescimento saudável de maneira eficiente.

“Quando a planta tem pouca folhagem, quando a planta tem muitos galhos mortos (principalmente na parte superior, do meio para o alto), o pequeno produtor costuma recepar”, diz. “Quando ela tem galhos vivos na parte superior e a planta parece relativamente saudável, eles a podam.”

Caule principal e ramos primários de um cafeeiro saudável com cerejas verdes em Baxtla, Veracruz, México.

Conheça sua Fazenda e seus Cafeeiros

Antes de iniciar qualquer poda e recepa, pense nos seguintes fatores

  • Sua fazenda: variedade da planta, idade de produção, densidade da plantação e organização da fazenda, sistema de sombreamento, práticas de fertilização.
  • Sua região: incidência de pragas e doenças, tratamentos fitossanitários necessários e condições ambientais.
  • Seus objetivos de qualidade, rendimento e grau de manipulação do crescimento de sua planta.

E não se esqueça de considerar os recursos econômicos e humanos e calcular seus custos de produção. Estratégias mais intensivas significam mais tempo e dinheiro gasto em práticas de manejo de safras, fertilização, mão de obra, desinfecção, monitoramento e equipamentos.  

A próxima etapa é elaborar um plano de manejo da cultura. Jose Antonio recomenda ser sistemático, mas reconhece que pode ser necessário fazer alguns ajustes ao longo do caminho.

Pés de café jovens e saudáveis ​​com cerejas verdes em Baxtla, Veracruz, México.

Para elaborar um plano de manejo de safra, você deve estar familiarizado com as características da variedade de café que você cultiva, a estrutura das plantas e como elas se desenvolvem. 

Todo cafeeiro possui um tronco principal com ramos verticais (ou ortotrópicos), que produzem hastes horizontais (ou plagiotrópicas), também conhecidas como ramos primários, secundários e terciários. Os nós nos ramos primários produzem a maior quantidade de cerejas de qualidade e não podem ser substituídos depois de cortados. Com o tempo, os frutos crescerão mais longe do tronco. Isso ocorre porque cada nó produz cerejas apenas uma vez.

Para incentivar de forma eficaz a produção de cerejas e evitar flutuações, a SCA recomenda dividir a plantação em setores definidos por variedade e idade e podar e recepar cada setor em momentos diferentes.

José Antonio recomenda podar uma fileira de cada vez, pois isso “redistribui a safra de forma confiável, o que é fácil de prever. Isso simplifica muito o processo de tomada de decisão.”

Pés de café Caturra saudáveis ​​em Baxtla, Veracruz, México.

Técnicas de Poda para Prevenir Pragas e Doenças

Sempre que você corta um cafeeiro, está causando ferimentos e aumentando o risco de infecção. José Antonio explica que a poda e a recepa devem ser feitas depois da colheita e da estação fria, para “não deixar [a árvore] brotar e dar o que você não vai colher e não estimular o crescimento dos brotos que serão vítimas de fungos e doenças ”

Ele me diz que “a melhor maneira de podar… é fazer um corte limpo e uniforme em um ângulo oblíquo”.

“O corte não deve criar uma cavidade na ferida”, diz ele. Isso criaria um local para o acúmulo de água e aumentaria o risco de infecção. “A marca deve ser lisa para que a água escorra”, ele me diz.

Cafeeiros e outras árvores na Mapache Coffee, El Salvador.

Se um cafeeiro está sendo podado por causa de uma doença, certifique-se de colher todas as cerejas boas e, em seguida, queime os galhos cortados para evitar que a infecção se espalhe. Cheque se todas as ferramentas (tesouras de podar, enxadas, serras de poda, facas, facões e tesouras) estão bem afiadas para evitar rasgos ou cortes irregulares e que sejam desinfetadas regularmente. 

José Antonio lembra que você também pode usar fungicidas de contato, dizendo que eles “têm um amplo espectro, são muito baratos e poupam você de incidentes”.

Florada de café Caturra em uma fazenda em Veracruz, México.

É impossível recomendar um único sistema de poda ou recepa porque cada fazenda é diferente e cada produtor terá objetivos e necessidades diferentes. Mas pense nos fatores exclusivos de sua fazenda e crie um plano detalhado de longo prazo para estimular a produção e manter as plantas saudáveis.

Quando planejadas e executadas corretamente, a poda e a recepa podem ajudar a criar mais café e de melhor qualidade, o que, por sua vez, pode trazer uma renda mais confiável.

Curtiu? Você também pode gostar: Como a Diversificação de Culturas pode Combater os Baixos Preços do Café

Entrevistas traduzidas do espanhol para o inglês por Laura Fornero. 

Artigo traduzido do inglês para o português por Ana Paula Rosas.

Créditos das imagens: Cooperativa COOMIXPLAN, Jose Antonio San Roman, Urisar Ferneldy de León, Andres Acosta, Fernando Pocasangre

Observação: antes de implementar o conselho neste artigo, também aconselhamos consultar um especialista técnico local, pois as diferenças de clima, tipo de solo, variedades, métodos de processamento e outros podem afetar as melhores práticas de produção e processamento.

PDG Brasil

Gostaria de ler mais artigos como este? Assine nossa newsletter!