2 de outubro de 2020

Como Motivar Seus Baristas e Mantê-los Engajados

A sua cafeteria possui um ótimo time de baristas? Às vezes você contrata funcionários habilidosos e entusiasmados só para ver o desempenho deles diminuir com o tempo. Também pode ser difícil manter bons funcionários no longo prazo. Funcionários motivados são mais alegres, fornecem um melhor serviço ao cliente, e contribuem para o sucesso geral do seu café. Assim, vamos conferir o que você pode fazer para motivar os seus baristas e mantê-los engajados.

Talvez você também goste: Como Abrir sua Própria Cafeteria de Café Especial

Um barista verte o leite dentro da xícara.

Crédito: Jennifer Bedoya

Pessoas Diferentes Possuem Motivações Diferentes

Pode parecer óbvio, mas as pessoas são movidas por coisas distintas. Não assuma que o que funciona para você ou para algum membro da sua equipe motivará todos os seus funcionários. Ao contrário, certifique-se de ter reuniões regulares com os membros da sua equipe, tanto individuais quanto em grupo, e escute.

Alguns funcionários talvez sejam mais introvertidos que outros e talvez não seja óbvio o que os motiva. Mas com o tempo, até os membros da equipe mais calados deixarão você saber o que é mais importante para eles, por meio de suas atitudes diante das tarefas, de suas reações às mudanças e através de conversas informais. Portanto, mantenha seus olhos e ouvidos abertos e deixe-os saber que você está aberto a uma conversa.

Premiações extrínsecas, como bônus por desempenho ou aumentos, são motivacionais para algumas pessoas. Porém, outros são motivados intrinsicamente. Isto significa que eles são movidos por seus próprios valores e crenças. Talvez pareça mais complicado saber como motivar alguém intrinsicamente, mas pode ser tão simples como explicar a eles o porquê de pedi-los para fazer uma tarefa ou seu impacto na grande comunidade.

Vamos olhar de perto alguns exemplos.

Um barista verte o leite dentro da  xícara.

Crédito: Matt Higham

Motivação Financeira

Talvez a forma mais óbvia de motivar os membros da sua equipe é prover uma motivação financeira. Contudo, não pense nisso apenas como dar um bônus anual para o seu melhor barista. Há maneiras mais criativas e significativas de oferecer motivação financeira, e algumas também combinam com a motivação intrínseca.

Considere oferecer bônus vinculados à receita diária ou semanal na sua cafeteria. Por exemplo, se você tiver 10% a mais de dinheiro do que o mesmo período da semana ou do ano passado, cada membro da equipe trabalhando naquele dia receberia um bônus de certa quantia por hora trabalhada. Este é um motivador extrínseco, mas estimula aqueles que são intrinsecamente motivados a trabalharem mais duro em benefício do time inteiro.

Os baristas são notoriamente mal remunerados, particularmente, em caras e grandes cidades, você não deve subestimar a diferença que um pequeno aumento pode fazer no dia a dia de um funcionário. Porém, a motivação financeira torna-se menos valiosa após um certo ponto. Se os membros da sua equipe recebem dinheiro suficiente para estarem confortáveis, mas estão infelizes com o trabalho, a promessa de um pouco mais de dinheiro a cada mês não é o suficiente para engajá-los novamente.

Logo, escute quais reclamações ou sugestões eles trazem a você e seja cauteloso ao pensar que um aumento no pagamento consertará os problemas de entusiasmo ou dedicação.

Uma barista vaporiza o leite.

Crédito: Daryan Shamkhali

Respeito Mútuo e Dinâmicas de Equipe

Um gerente respeitoso e colegas que pensam da mesma forma são motivações para todos os membros da equipe.

Observe a sua própria técnica de gerenciamento e considere se você está construindo relações genuínas ou simplesmente dando ordens às pessoas ao seu redor. Se os membros da sua equipe o respeitam e percebem que podem abordá-lo, é provável que sejam mais abertos em relação a qualquer preocupação com o trabalho e os seus planos a longo prazo. Isto pode ajudá-lo a melhorar o seu negócio e planejar melhor os requisitos de pessoal.

Um método prático de construir relacionamentos é reconhecer o bom trabalho. Isto significa elogiar abertamente membros da equipe por um trabalho bem feito e reconhecer qualquer pequeno esforço extra que eles fizerem. Alguém aparece sempre 15 minutos antes para se preparar para o turno? Talvez outra pessoa se responsabilize pela limpeza sem ser solicitado. Agradeça-os por fazer essas coisas e eles se sentirão reconhecidos e respeitados. Encoraje os membros do seu time a fazer o mesmo entre eles para aumentar o respeito mútuo.

Baristas atrás do balcão.

Crédito: Kyle Ryan

Modelar um comportamento respeitoso também é importante para a dinâmica do time. Se os seus funcionários tiverem tensão com os colegas de trabalho, eles não ficarão por muito tempo. Portanto, encoraje um ambiente de trabalho positivo dando o exemplo, tomando a liderança na prevenção de panelinhas e encorajando a comunicação no time.

Alguns baristas apenas se veem quando estão trocando de turnos? Talvez eles apenas conheçam a pessoa como o rapaz que não repõe a geladeira ou a garota que nunca limpa a sua estação. Evite esse tipo de dinâmica organizando encontros para beber ou um time de esportes da empresa. Se os membros da equipe enxergam uns aos outros como pessoas equilibradas, aumenta a probabilidade de mais empatia e flexibilidade entre si.

Da mesma forma, quando você está estabelecendo turnos, considere os tipos de personalidade combinando as pessoas certas junto. Não é preciso que sejam os melhores amigos, mas você não quer funcionários com pavor de vir trabalhar porque não se dão com outro colega de trabalho.

Barista motivada trabalhando atrás do balcão.

Crédito: Brook Cagle

Equilíbrio entre Trabalho-vida e Flexibilidade

Lembre-se que seus baristas têm seus próprios projetos e compromissos pessoais também. Você permitiria que um membro de sua equipe tivesse sempre um mesmo dia de folga para os ensaios de sua banda? É prático ter alguém sempre trabalhando o primeiro turno para que possa pegar seu filho na escola?

Ao ser flexível e tentar acomodar um balanço entre vida e trabalho, você está dando aos seus baristas mais um motivo para serem leais à sua empresa. Talvez eles sejam mais flexíveis em retorno. Por exemplo, talvez aquela pessoa que trabalhe no turno mais cedo esteja aberta a assumir as responsabilidades do dono da chave ou concorde em receber as encomendas pois elas sempre chegam pela manhã. Isso o deixa livre para focar em outras tarefas.

Você também pode gostar: Leia Antes de Comprar Uma Máquina de Café Espresso

Barista motivada extrai uma dose de espresso.

Crédito: Wade Autsin Ellis

Objetivos de Longo Prazo e Oportunidades de Crescimento

Baristas e outros membros do time provavelmente querem alguma estabilidade e reconhecimento de seus objetivos de carreira a longo prazo. A sua cafeteria tem a reputação de demitir pessoal após um curto período? Ou, você oferece progressão de carreira? Os baristas que estão há algum tempo são oferecidos um caminho para a gerência ou treinamento específico em uma área de seu interesse?

Infelizmente, a ausência de progressão de carreira é uma razão comumente citada ao deixar a indústria do café. Os baristas frequentemente não veem como eles podem subir de nível ou assumir mais responsabilidades em sua posição. Então identifique que membros do seu time estão entusiasmados a crescer com sua organização e os encoraje. Um funcionário que consegue ver um futuro a longo prazo com a empresa provavelmente estará mais motivado e entusiasmado.

Barista preparando um café na Chemex.

Crédito: Rizky Subagja

Converse sobre objetivos em suas reuniões regulares. Forneça um feedback construtivo e trabalhem juntos para identificar um objetivo relacionado. Por exemplo, talvez um barista não seja o melhor em latte art, mas deseja melhorar seus fundamentos. Assim, estabeleça a meta de eles melhorarem sua versão até a reunião do próximo mês e, depois, forneça tempo e espaço para que pratiquem sem pressão. Certifique-se de fornecer boas demonstrações e feedback positivo.

Em uma escala maior, talvez você possa oferecer treinamentos formais de gerência para funcionários que estejam com a empresa por algum tempo e estejam interessados em progressão. Isto também será em seu benefício. Gerentes preparados podem melhorar os processos do negócio e o membro da equipe provavelmente será leal a sua empresa se você investiu em seu desenvolvimento.

Aprenda mais em Treinamento de Baristas: Como Dar Um Bom Feedback

Dentro de uma cafeteria movimentada. Crédito: Tim Wright

Reconhecer a Hora de se Despedir

Algumas vezes não há nada que você possa fazer para motivar um membro da equipe. Talvez você tenha fornecido oportunidades para discussão e tentado engajá-lo de várias maneiras, mas o funcionário ainda não está entusiasmado com o trabalho dele. Fale com ele diretamente e sem confrontação sobre o porquê. Talvez esteja assim por fatores externos com os quais você não pode lidar. Ou talvez eles, simplesmente, não queiram ser baristas. Neste caso, é importante reconhecer quando é hora de dizer adeus.

Um membro de time desmotivado por ter um impacto negativo no resto da sua equipe e pode fornecer um serviço ao cliente abaixo de média. Se você não é capaz de resolver o problema, crie uma estratégia justa de indenização e forneça feedback na entrevista de saída.

Ferramentas essenciais do barista. Crédito: Nate Dumlao

Os baristas são o coração de uma cafeteria. Sem membros de equipe dedicados, o seu café não terá sucesso. Portanto, verifique o que motiva os membros do seu time e como levá-los a trabalhar no pico de suas habilidades.

Baristas felizes e motivados fornecem um ambiente acolhedor e positivo para seus clientes, além de um lugar agradável para você trabalhar também.

Curtiu esse artigo? Confira Como Divulgar sua Cafeteria Especializada com Sucesso

Traduzido por Sandra Sousa

PDG Brasil

Gostaria de ler mais artigos como este? Assine nossa newsletter!