2 de setembro de 2020

Como Monitorar e Prevenir a Ferrugem do Café

Qualquer pessoa que trabalhe na produção de café provavelmente está familiarizada com a ameaça da ferrugem nas folhas do café. Surtos devastadores do fungo foram manchetes nos últimos anos. A World Coffee Research relata que uma epidemia iniciada na safra 2011/2012 afetou 70% das lavouras na América Central, com mais de 3 bilhões de dólares em danos e perda de renda.

A infecção pela ferrugem do café não afeta apenas o preço do café, mas tem o potencial de falir pequenas propriedades. Um surto em tempo oportuno pode colocar trabalhadores já vulneráveis ​​em pobreza absoluta e destruir comunidades.

Então, como você pode proteger sua fazenda da ferrugem das folhas de café? Continue lendo para aprender sobre algumas boas práticas de monitoramento e prevenção, com insights de outros produtores.

Você também pode gostar: Um Guia para Pragas e Doenças Comuns do Cafeeiro

Uma fazenda de café no Espírito Santo, Brasil. Crédito: Ivan Petrich

Crédito: Ivan Petrich

O QUE É FERRUGEM DAS FOLHAS DE CAFÉ?

A ferrugem do café é um fungo parasitário que infecta os cafeeiros. Manifesta-se como manchas amarelas que primeiro afetam a parte inferior das folhas e depois se transforma em um pó amarelo-alaranjado que é facilmente transferido entre as plantas.

A ferrugem pode ser rastreada até o local de nascimento do café, na Etiópia. A partir daqui, seguiu a produção de café em todo o mundo. No final do século 19, o Sri Lanka era um dos maiores produtores de café do mundo, exportando mais de 100 milhões de libras-peso a cada ano. Mas em 1892, uma epidemia de ferrugem destruiu todas as árvores de café da ilha e os produtores mudaram para o cultivo de chá.

Mais recentemente, o fungo se espalhou em muitas regiões produtoras da América Central. A World Coffee Research afirma que mais de 1,7 milhão de trabalhadores perderam o emprego e que a ferrugem levou a um total de US $ 3,2 bilhões em e perda de renda em uma epidemia iniciada em 2011.

Cerejas de café incapazes de amadurecer devido à ferrugem das folhas de café. Crédito: Ivan Petrich

Crédito: Ivan Petrich

A ferrugem do café ataca as folhas da planta, impedindo-as de fotossintetizar a luz em energia. À medida que a doença progride, as folhas caem, assim como as flores ou as cerejas. O resultado é uma colheita muito reduzida ou completamente destruída.

“La roya é como câncer. Ela drena toda a energia das plantas ”, diz Frederico Calderon, técnico agrícola do Dinamica Coffee, na Guatemala. “As plantas gastarão toda a sua energia na luta contra a doença e não terão mais nada para alimentar as cerejas.”

E porque o fungo danifica a planta, também reduz a produtividade e a qualidade futuras. Para muitos agricultores da América Central, causou a perda de dois ou mais ciclos de cultivo.

Saiba mais em: Cafeicultor: Como se Preparar para Mudanças Climáticas Inesperadas

Folhas de café com pequenas manchas amarelas que indicam uma infecção precoce da ferrugem. Crédito: Ivan Petrich

Crédito: Ivan Petrich

COMO A FERRUGEM DA FOLHA DE CAFÉ SE ESPALHA

A ferrugem prospera nas mesmas condições que muitas variedades de café. Sua temperatura ideal está entre 15 e 30 °C / 59 a 86 °F e a umidade desencadeia a germinação.

Teodoro Engelhardt é um produtor guatemalteco de quarta geração e capataz na Finca la Bella. Ele diz: “Se você tem as melhores condições para o café crescer, essas também são as melhores condições para a ferrugem do café. Quando entendemos isso, sabemos que viveremos com ferrugem pelo resto de nossas vidas, se quisermos continuar produzindo café.”

Uma das dificuldades no combate à ferrugem é a facilidade com que ela é espalhada. Como os esporos são leves e pulverulentos, são facilmente transferidos pelo vento e pela chuva e se aderem às roupas e ferramentas dos trabalhadores.

Alvaro Gaitan é PhD em Patologia Vegetal pela Universidade de Cornell e, durante vários anos, foi Chefe de Patologia Vegetal no Cenicafé, o Centro Nacional de Pesquisa em Café da Colômbia. Ele me diz que quando a chuva atinge as folhas infectadas, os esporos são liberados no ar e facilmente transferidos para novas plantas. A chuva combinada com um vento constante, ele explica, é um sistema de entrega altamente eficaz para a ferrugem das folhas de café.

Produtores de café trabalhando na Guatemala.

Crédito: Chris Starry

MEDIDAS PREVENTIVAS

Existem algumas maneiras de reduzir o risco de ferrugem nas folhas de café em sua fazenda.

  • Caminhos Planejados

Em muitas fazendas, existem muitos trabalhadores diferentes, além de familiares, vizinhos e outros visitantes. Pode ser difícil controlar a maneira como todas essas pessoas se movem por uma fazenda e ainda mais difícil garantir que elas sigam caminhos definidos e evitem roçar as plantas.

Chris Starry é um produtor de café de quinta geração na Guatemala que cofundou a Truth Trading Company . Ele diz: “Não podemos forçar as pessoas a andar dois ou três quilômetros para fora do caminho, apenas para que não espalhem a ferrugem das folhas, porque simplesmente não se importam”.

Ele me disse que em sua própria fazenda, ele criou um caminho formal para os moradores locais que estavam fazendo um atalho pelas plantações, que é cercada por árvores que não são café para criar uma barreira. Verifique se as pessoas estão contribuindo para a disseminação de doenças em sua fazenda e se o plantio de fronteiras pode reduzir o risco para você.

Trabalhadores em uma fazenda de café na Guatemala.

Crédito: Teodoro Engelheardt

  • Variedades resistentes

Algumas variedades de café são mais resistentes à infecção do que outras. Por exemplo, Castillo e Caturra têm alguma tolerância contra a ferrugem das folhas de café; portanto, você pode optar por escolhê-las se elas funcionarem bem no seu clima. Mas para alguns produtores, a resistência a doenças é menos importante que outros fatores.

Chris diz: “Meu avô decidiu plantar Red Bourbon e focar na qualidade porque achava que era o futuro, e desde então as xícaras têm sido excelentes. O Bourbon é conhecido por ter um ótimo sabor, mas também é facilmente infectado com ferrugem.”

Você também pode gostar: Escolhendo as Variedades de Café Certas para sua Lavoura

Plantas de café saudáveis ​​com cerejas maduras.

 Crédito: Chris Starry

  • Saúde e nutrição

As plantas de café fracas, velhas ou já afetadas por outras doenças ou pragas têm maior probabilidade de serem infectadas com ferrugem.

“Assim como as pessoas, somos mais vulneráveis ​​à doença quando somos muito novos e quando somos velhos. O mesmo vale para o café”, diz Chris. “É mais fácil para a ferrugem do café atacar e destruir uma planta não saudável do que uma que é forte e pode revidar. As primeiras plantas que serão infectadas são as mais fracas.”

Mantenha suas plantações saudáveis ​​com fertilização programada e controle de pragas. Pense na análise do solo como forma de descobrir se está faltando nutriente e faça esforços especiais para monitorar regularmente as plantas jovens, velhas e danificadas.

Saiba mais em: As Vantagens do Mapeamento de Campo na Cafeicultura

  • Manutenção de registros

Você também deve manter registros de surtos de ferrugem das folhas e das condições climáticas da época. Isso o ajudará a identificar padrões e a se preparar melhor para futuras infecções.

Alvaro diz: “Recentemente, tivemos uma epidemia, e achamos que foi ruim, mas se você voltar aos jornais, verá que talvez 20 anos atrás você teve outra epidemia acontecendo no mesmo lugar. Não é que algo novo esteja acontecendo, é mais que as pessoas esquecem. Isso significa que devemos prestar atenção às condições climáticas [e entender] que em algum momento no futuro teremos outra epidemia.”

Crédito: Bean Market

A IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO

Embora possa ser difícil prevenir a infecção, você pode reduzir os danos monitorando cuidadosamente suas plantações, podando sempre que apropriado e tratando plantas infectadas com fungicida antes que a ferrugem possa se espalhar.

Teodoro me diz que o tempo e a consciência do tempo são importantes para impedir a propagação. “É tão difícil controlá-la porque você não pode controlar o clima. Sempre que o clima é ideal para ferrugem, ela aparece. Quando chover por alguns dias e parar, você receberá um ataque se o tempo estiver bom. Depois de mais alguns dias, você tem mais dias chuvosos, de modo que o tempo é bom para a ferrugem e ela surge novamente. É tão agressivo. Tudo é sobre o clima”, diz ele.

Plantas de café saudáveis.

Crédito: Teodoro Engelheardt

Teodoro me diz que monitora suas plantas quanto a sinais de infecção adormecida. “Pegamos as folhas e as colocamos à luz e podemos ver todos os pequenos pontos. Se você perceber que tem muitas manchas, fica um pouco mais claro que o verde da folha.”

Alvaro Gaitan explica que “cerca de duas semanas após a infecção da folha pelos esporos da ferrugem, o parasitismo nas células foliares começa a se tornar óbvio quando você coloca as folhas na luz. Isso ocorre porque o pigmento verde das folhas, a clorofila, começa a desaparecer nessas células e eventualmente fica amarelo. Estes são os primeiros sintomas da ferrugem do café. Alguns dias depois, esses pontos cloróticos dão lugar aos primeiros esporos, e você pode ver o fungo na parte inferior da folha.”

Um trabalhador colhe cerejas de café na Guatemala.

Crédito: Chris Starry

Frederico diz: “Não existem métodos de alta tecnologia para identificar a ferrugem das folhas de café. Você tem que estar nas fazendas todos os dias andando e inspecionando as plantas constantemente.”

Alguns produtores usam fungicidas quando sabem que um surto é provável, com base nos padrões climáticos, e depois podam quaisquer galhos visivelmente infectados com o objetivo de manter a infecção abaixo de 10% de suas colheitas totais.

Chris me diz: “É raro termos casos em que precisamos podar. É caso a caso. Tínhamos uma planta que era completamente laranja e diferente do resto. Podamos ou decepamos o pé de café. Se você decepar a planta e deixá-la lá, uma pessoa, animal ou pássaro passa perto dela e ela pode captar a ferrugem e espalhá-la pelo resto das plantas. Quando algo extremo acontece em nossa fazenda, cortamos a planta e a queimamos no local. Dessa forma, a ferrugem não se move ou se espalha daquele local.”

Cerejas de café incapazes de amadurecer devido à ferrugem das folhas de café.

Crédito: Ivan Petrich

A ferrugem nas folhas de café é uma preocupação séria, com consequências reais. Ao usar medidas preventivas e monitoramento cuidadoso, você pode reduzir a chance de infecção. Mas o que acontece se a ferrugem se espalhar em sua fazenda? Na segunda parte desta série de duas partes, veremos como lidar com um surto.

Gostou? Leia também: Micro Lote: Como Limitar o Risco e Melhorar a Qualidade

Crédito da imagem de topo: Chris Starry

Traduzido por Ana Paula Rosas.

PDG Brasil

Deseja ler mais artigos como este? Assine a nossa newsletter!